COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Defesa

30 de Abril, 2020 - 11:00 ( Brasília )

Militares da Marinha, Exército e Força Aérea seguem atuando nas ações de desinfecção contra a Covid-19


Tenente Camila Marques


As Forças Armadas empregam, diariamente, esforços no combate à Covid-19. Até o momento, o efetivo envolvido é de 29 mil militares, utilizando-se de 1022 viaturas, 102 embarcações e 34 aeronaves. Nesse contexto, o Comando Conjunto Rio Grande do Norte e Paraíba realizou desinfecção da Delegacia da Polícia Federal em Mossoró (RN). O mesmo Comando desinfectou o Hospital Municipal Paulina Targino, localizado no município de Messias Targino. No Nordeste, o Comando Conjunto realizou a limpeza das estações Afogados, Santa Luzia, Coqueiral e Werneck, em Pernambuco (RE).

Já o Comando Militar Norte higienizou o Colégio Militar de Belém. Na cidade de Marabá, também no Pará, militares conduziram medidas sanitárias preventivas de higienização na Delegacia da Mulher. No mesmo Estado, no município de Itaituba, o 53° Batalhão de Infantaria de Selva realizou a higienização na área portuária do distrito de Miritituba, além de prestar apoio à Polícia Militar e à Vigilância Sanitária local, com o trabalho de triagem de saúde. Na ocasião, foi realizada a distribuição de panfletos, visando conscientizar a população das formas de contágio e de prevenção à Covid-19.

Em Brasília (DF), o Comando Conjunto Planalto seguiu com as ações de prevenção e enfrentamento ao coronavírus, capacitando agentes da limpeza e funcionários da hotelaria do Hospital Universitário de Brasília. Durante a instrução, os militares demonstraram o preparo da substância utilizada na desinfecção de superfícies, a correta utilização dos equipamentos de proteção individual, entre outros procedimentos.

A colaboração do 5º Regimento de Cavalaria Mecanizado agiu contra o coronavírus procedendo descontaminação da Prefeitura Municipal e da estação rodoviária de Quaraí (RS).

No estado de São Paulo, as ações descontaminantes foram intensificadas. O Comando Militar Sudeste, em cooperação com a prefeitura de Diadema (SP), realizou a desinfecção de áreas de grande circulação, tais como a Estação Rodoviária de Diadema, o Terminal Rodoviário Piraporinha, a Praça Castelo Branco e vias públicas.

Em Campinas (SP), militares do Exército atuaram na desinfecção do terminal de transferência de ônibus da Avenida Lix da Cunha. No município de Caçapava (SP), o 6° Batalhão de Infantaria Leve - Regimento Ipiranga - ministrou instruções de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica para 40 militares do 1º Esquadrão de Cavalaria Leve e da 12ª Companhia de Engenharia de Combate Leve no Forte Ipiranga.

Ações de solidariedade
O C-95 Bandeirante da Força Aérea Brasileira (FAB) transportou sete respiradores hospitalares de Manaus (AM) para Guarulhos (SP). Os aparelhos serão reparados na unidade do Serviço Nacional de Aprendizado Industrial de São Paulo (SENAI-SP) para serem utilizados no tratamento de pacientes com a Covid-19. No dia 29 de abril, um C-98 da FAB decolou de Canoas (RS) para Brasília (DF), transportando Equipamentos de Proteção Individual que serão utilizados por profissionais envolvidos no combate ao coronavírus.

Para manter o volume de sangue nos bancos hospitalares, os militares da 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha participam de campanha de doação em parceria com o Hemominas, assim como militares do Comando Conjunto do Rio Grande do Norte e Paraíba que beneficiaram o Hemocentro Regional de Campina Grande, no Agreste da Paraíba.

Ainda nesta quarta-feira (29), o Comando Conjunto Sul, por meio do 4º Batalhão Logístico, desembarcou e separou 2.340 cestas básicas, fruto da parceria com a Secretaria de Educação de Santa Maria (RS).

Apoio e controle sanitário

Juntamente com integrantes do Corpo de Bombeiros Militar, da Polícia Militar e dos agentes de saúde do Espírito Santo, os militares do 38º Batalhão de Infantaria atuam em barreiras de controle sanitário, localizadas em Viana, Alfredo Chaves, Marechal Floriano e Serra, no Espírito Santo.

Em Itaituba (PA), os militares do 53° Batalhão de Infantaria de Selva fazem a triagem de passageiros que chegam à cidade. As ações identificam o estado de saúde e servem para orientar os visitantes sobre prevenção ao novo coronavírus.

Operação COVID-19

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

 

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.


VEJA MAIS