COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Terrestre

23 de Abril, 2020 - 14:50 ( Brasília )

HG do Rio de Janeiro promove treinamentos para atender pacientes graves com coronavírus


O Hospital Geral do Rio de Janeiro (HGeRJ) realiza treinamentos constantes com o corpo clínico de forma a melhor prepará-lo para os atendimentos emergenciais que possam surgir na unidade, com a simulação de procedimentos para a intubação orotraqueal e para os casos graves de pacientes com insuficiência respiratória ou parada cardiorrespiratória.

Os treinamentos são realizados por anestesistas, médicos intensivistas, enfermeiros e fisioterapeutas e são aplicados com o objetivo de fornecer orientações sobre o manejo desses pacientes, quando o tempo de resposta na assistência é fundamental. Tais atividades fazem parte do pacote de medidas adotadas pelo HGeRJ para o combate à pandemia da COVID-19.

Em Caçapava, 6º Batalhão de Infantaria Leve - Força Dutra - executa desinfecção da Praça da Bandeira


Em 17 de abril, o 6° Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL), Regimento Ipiranga (Força Dutra), com o apoio de motociclistas do 12º Pelotão de Polícia do Exército e em parceria com a Prefeitura Municipal de Caçapava (Defesa Civil, Guarda Municipal e agentes de trânsito), executou a desinfecção da Praça da Bandeira e dos calçadões de acesso ao local.

Para o cumprimento da missão, foram utilizados aproximadamente quatro mil litros de solução 4×1000 de hipoclorito de sódio e foi feita a interdição das ruas no entorno da praça por cerca de 30 minutos.

O 6° BIL compõe a Força Dutra, que é subordinada ao Comando Conjunto do Sudeste e está em condições de realizar ações de apoio à população de acordo com as determinações daquele Grande Comando Conjunto. Para tanto, o Batalhão está composto pela Subunidade de Força de Ação Estratégica (SUFAE) e pelo Pelotão de Reconhecimento e Destacamento de Pronta Resposta DQBRN, este último em condições de realizar missões de desinfecção em instalações na sua área de atuação.

17ª Brigada de Infantaria de Selva coordena trabalho de desinfecção do aeroporto de Porto Velho


No dia 18 de abril, a 17ª Brigada de Infantaria de Selva (17ª Bda Inf Sl) coordenou a desinfecção da área do Aeroporto Internacional Governador Jorge Teixeira de Oliveira, em Porto Velho. A Força Conjunta contou com especialistas em Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (DQBRN) habilitados em descontaminação de pessoas, ambientes e materiais.

Essa ação de enfrentamento do novo coronavírus (COVID-19) em locais de grande circulação de pessoas ocorreu com as seguintes instituições: ALA 6 (Força Aérea Brasileira - Porto Velho); Capitania Fluvial de Porto Velho (Marinha do Brasil - Porto Velho); 1º Batalhão de Operações Ribeirinhas (Marinha do Brasil – Manaus); INFRAERO; SESDEC (Governo de Rondônia); Polícia Militar de Rondônia e Corpo de Bombeiros Militares de Rondônia.

Participaram da operação 145 militares e 29 viaturas das diversas instituições supramencionadas.Durante os trabalhos, foram utilizados 63 kits completos de desinfecção (macacão impermeável, máscara, óculos, bota, luva cirúrgica e luva), 35 bombas intercostais e mais de 30 borrifadores manuais.

A atividade de desinfecção foi realizada fora do horário de funcionamento do aeroporto, sem a concentração de pessoas no local, com o intuito de facilitar a aplicação dos produtos químicos de forma segura. Além de tornar o ambiente do aeroporto seguro para o usuário, a ação buscou, ainda, conscientizar a população acerca das condutas de higienização e da ética sanitária.


VEJA MAIS