COBERTURA ESPECIAL - Pandemic War - Aviação

22 de Abril, 2020 - 10:30 ( Brasília )

Organizações Militares de São Paulo atuam contra o Coronavírus

Foram adotadas estratégias para combater e prevenir ativamente a proliferação da COVID-19

Tenente Kramer, Tenente Fraga E Major Monteiro

Segundo as diretrizes do Comando Conjunto do Sudeste, as organizações militares da Aeronáutica em São Paulo adotaram estratégias para combater e prevenir ativamente a proliferação da COVID-19. 

Desde 20 de março, foi ativado pelo Ministério da Defesa um Centro de Operações Conjuntas (COC), dando origem a dez Comandos Conjuntos, distribuídos por todo o país, com o objetivo de coordenar e planejar o emprego das ações das Forças Armadas no combate ao Coronavírus.

O Chefe do Estado-Maior do Comando Conjunto do Sudeste (CCSE), Major-Brigadeiro do Ar Ricardo Augusto Fonseca Neubert, falou sobre a atuação do Comando. “A ativação do Comando Conjunto do Sudeste teve como objetivo contribuir com os esforços das autoridades governamentais no combate à COVID-19 no Estado de São Paulo. Para isso, estamos preparados para oferecer apoio logístico, material e pessoal, além de colaborar com ações de planejamento, assistência humanitária e, em caso de necessidade, ações de garantia de segurança à população”, esclareceu.

Com a pandemia, a rotina de todas as instituições públicas e privadas do mundo estão passando por várias adaptações. Nas organizações militares da Força Aérea Brasileira (FAB), foram instauradas diversas mudanças em prol da segurança do seu efetivo e da nação, com o intuito de mitigar o avanço e a proliferação do novo Coronavírus.

Cancelamento de eventos e reuniões com aglomerações de pessoas, campanhas massivas de conscientização para prevenir o contágio da doença e afastamento dos grupos de risco das atividades laborais, são algumas medidas tomadas em todas as organizações da Aeronáutica no país.

Veja as ações das unidades da FAB em São Paulo:

Academia da Força Aérea (AFA):

Na AFA, localizada na cidade de Pirassununga (SP), foi implementado o Ensino à Distância (EAD) para diversas disciplinas da Divisão de Ensino e disponibilizado álcool em gel em locais estratégicos. O Esquadrão de Saúde montou um posto de triagem dedicado exclusivamente à análise de casos suspeitos, promoveu aulas ao efetivo sobre cuidados com os pacientes contaminados e prestou apoio à Prefeitura da cidade na campanha de vacinação contra a gripe. 

“Desde o início da pandemia, o Esquadrão está em alerta e engajado na elaboração de protocolos e planos de ações com medidas que visam a preparação para o enfrentamento da doença, procurando oferecer o que existe de mais seguro para os possíveis pacientes, adequando fluxos e áreas especificas para o atendimento”, informou o Chefe do Esquadrão de Saúde da AFA, Coronel Médico Edison Cassio Aguirre de Souza.

Base Aérea de Santos (BAST)

O hangar da Base Aérea de Santos está sendo transformado em hospital de campanha. Com essa obra, está prevista a criação de 70 leitos, incluindo 20 Unidades de Terapia Intensiva, postos de triagem e atendimento às vítimas do novo Coronavírus, alojamentos, refeitórios e vestiários. “A gestão das obras está sendo coordenada pela Prefeitura do Guarujá e a BAST está fornecendo a área e toda estrutura de Segurança e Defesa. Quanto às medidas preventivas da Organização, todas as normas preconizadas pelo Comando da Aeronáutica estão sendo seguidas, visando a proteção do efetivo”, complementou o Comandante da BAST, Tenente-Coronel Aviador Francisco José Formaggio.

Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA)

O Esquadrão de Saúde de São José dos Campos (ES-SJ), localizado no DCTA, realizou no mês de março uma campanha de vacinação contra a gripe (Influenza) que imunizou idosos e profissionais da área de saúde do efetivo. A Organização está engajada também ao Projeto São José Sem Fome, contribuindo com a montagem e distribuição de cestas básica às famílias carentes da região. Até o momento, já foram arrecadadas mais de 12 toneladas de alimentos que beneficiarão 26 mil famílias cadastradas.

O Diretor-Geral do DCTA, Major-Brigadeiro do Ar Hudson Costa Potiguara, falou sobre mais ações da Instituição. “O DCTA vem empregando parte de seus recursos humanos no combate à COVID-19. Engenheiros e técnicos têm buscado oferecer à sociedade sua expertise, temos colocado à disposição de entidades e empresas da área da saúde a estrutura de laboratórios do Campus. Estamos atuando no apoio ao desenvolvimento de peças e outros equipamentos para uso em respiradores, além de máscaras produzidas em nosso Centro de Competência em Manufatura (CCM)”, explicou.

Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo (SRPV-SP)

O Serviço Regional de Proteção ao Voo de São Paulo, unidade regionalizada do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), está atuando no esquema logístico de aquisições de materiais emergenciais por meio de ações de gerenciamento do fluxo de tráfego aéreo, dando prioridade aos voos destinados a compras de materiais para o enfrentamento da pandemia. 

A operação teve início em 27 de março e importará 5 milhões de testes rápidos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). “Buscamos atuar de forma inteligente com o objetivo de atender os importantes voos para os aeroportos do Rio de Janeiro e São Paulo, alguns até mais sensíveis por trazer equipamentos e testes para o COVID-19.

Nosso trabalho foi pautado em indicadores de movimentos aéreos, com redimensionamento das equipes operacionais sem expor nossos profissionais de controle de tráfego”, explicou o Chefe do SRPV-SP, Coronel Aviador Chrystian Alex Scherk Ciccacio.

Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP)

O HFASP, em parceria com o Ministério da Saúde, deu início em 23 de março  à Campanha de Vacinação contra a Gripe (Influenza), destinada inicialmente aos profissionais de saúde e idosos, mas que será estendida posteriormente aos demais grupos, conforme ordem de prioridade preconizada pelo Ministério da Saúde.

 Além da vacinação, o hospital vem realizando várias ações de enfrentamento da pandemia. “O fluxo de diversos serviços essenciais foi alterado a fim de evitar aglomerações. Atualmente, os usuários passam por um posto de triagem e, em seguida, são encaminhados ao atendimento de emergência ou urgência. O efetivo está trabalhando, incessantemente, para aquisição de insumos médico-hospitalares e na capacitação de todos os profissionais do Hospital. Tais medidas foram estendidas aos Esquadrões de Saúde subordinados, que também têm participado de campanhas de assistência social”, relatou Diretor Interino do HFASP, Coronel Médico Sidney Dionísio Toledo.

Prefeitura de Aeronáutica de São Paulo (PASP) 

O efetivo da PASP foi imunizado com a vacina contra a gripe (Influenza). A campanha promovida pelo Hospital de Força Aérea de São Paulo (HFASP) beneficiou, além dos profissionais de saúde e idosos, os residentes das Vilas Militares, totalizando o número de 326 atendimentos. “A PASP tem se esforçado em manter todo o efetivo orientado e consciente sobre a necessidade de agir conforme as normas de conduta preconizadas pelo Ministério da Defesa, Ministério da Saúde e Comando da Aeronáutica, além da atenção redobrada às medidas de higiene das instalações. Estamos atuando ativamente junto ao efetivo e às vilas militares com a divulgação de informações sobre a prevenção da doença”, disse o Prefeito da PASP, Coronel Intendente Ivan Luiz de Siqueira.  

Base Aérea de São Paulo (BASP)

Desde 26 de fevereiro, a BASP tem participado ativamente da Operação COVID-19, dando suporte logístico a missões da FAB de repatriamento e transporte de materiais destinados ao combate da pandemia. 

Militares da OM têm prestado apoio à comunidade local no Centro de Combate ao Coronavírus, localizado em Guarulhos-SP, contribuindo com a triagem e atendimento a casos suspeitos e na divulgação de informações sobre a prevenção do contágio. No dia 8 de abril, foi iniciada uma campanha de vacinação do efetivo contra a gripe (Influenza) e começou a ser disponibilizado álcool em gel em todos os postos de serviço da instituição.

Fotos: Arquivo/BASP


VEJA MAIS