COBERTURA ESPECIAL - PROSUB S40 - Naval

20 de Dezembro, 2020 - 22:00 ( Brasília )

S-41 Humaitá - Discurso de André Portalis Diretor Presidente ICN




André Portalis
Diretor Presidente ICN – Itaguaí Construções Navais
Itaguaí RJ -  11 Dezembro 2020
 
Excelentíssimo Senhor Presidente da República, Jair Messias Bolsonaro.

Excelentíssimo Senhor Governador em exercício no Rio de Janeiro, Cláudio Castro, em nome do qual saúdo as demais autoridades políticas.

Excelentíssimo senhor Ministro da Defesa, General do Exército, Fernando Azevedo e Silva, e também a sua senhora Adelaide de Azevedo, madrinha do submarino Humaitá.

Excelentíssimos senhores Ministros de Estado.

Excelentíssimo senhor Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra, Ilques Batbosa Júnior.

Excelentíssimo senhor Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro-do-Ar, Antônio Carlos Moretti Bermudez, e,

Excelentíssimo senhor Diretor Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnocológico da Marinha, Almirante-de-Esquadra, Marcos Sampaio Olsen, em nome do qual saúdo as demais autoridades militares presente.
 
Excelentíssimo Senhor General Jean-Marc Thierry Carlier, Diretor do Desenvolvimento Internacional da Direção Geral de Armamento, no qual saúdo as demais autoridades francesas. Ilustríssimos senhores, parlamentares, membros do almirantado e demais autoridades civis e militares, brasileiras e estrangeiras.

Ilustríssimo senhores representantes da empresas e entidades parceiras do programa PROSUB, senhoras e senhores aqui presente na platéia e os que seguem essa cerimônia nas redes sociais, saudações e bênçãos a todos vós neste dia tão particular.
 
Como presidente da Itaguaí Construções Navais, a ICN, é uma honra e um louvor de acolhê-los aqui no Centro de Tecnologia Naval de Defesa Brasileira, no Complexo Naval de Itaguaí. 140 mil metros quadrados de meios industriais e tecnológicos operados por mais de três mil pessoas plenamente qualificados, altamente treinadas para celebrar este evento de hoje.

O evento de hoje, na verdade, marca o avanço da construção da soberania brasileira no setor de Defesa, no setor naval de Defesa. Com o lançamento do segundo submarino com um sonar brasileiro, o S-41 Humaitá, e a integração final do terceiro o  Tonelero.
 
Enquanto o irmão mais velho deles, o primeiro, o S-40 Riachuelo, está ali no cais operando seu programa das provas do mar. O melhor da tecnologia francesa aqui passou a virar, hoje, tecnologia brasileira.
 
Além disso, temos ao menos cinco submarinos no Complexo Naval de Itaguaí, hoje. Na verdade é muito emocionante.
 
A primeira palavra que me vem, hoje, do fundo do meu coração, é uma palavra de gratidão, de admiração e parabéns.

Parabéns a minha equipe da ICN.

Parabéns a minha querida força de trabalho da ICN tão mobilizada.

Parabéns aos industriais parceiros do programa PROSUB, brasileiros e franceses, especialmente à NUCLEP, Odebrecht, Naval Group.

Parabéns sobretudo à Marinha do Brasil, às suas equipes que cada momento estão ao nosso lado, combatendo conosco para alcançar as nossa metas.

Também parabéns a Marinha Francesa e a Delegação General do Armamento, que estão permanentemente nos apoiando nesse grande programa.
 
Na verdade parabéns a todos nós.

Parabéns ao Brasil.

Parabéns ao povo brasileiro.

Pois nada teria sido possível aqui hoje sem a grande criatividade e a grande motivação e a grande capacidade deste maravilhoso povo brasileiro.

Na verdade, apesar de todas as grandes dificuldades este ano, missão cumprida. Senhor Presidente da República, senhor Ministro, senhor Almirante Comandante da Marinha, e um francês, hoje carioca, na verdade, se me permitirem, eu faço os senhores de testemunhas, neste dia, a sua fé, a minha fé em nosso futuro. Em breve, a força de submarino vai ter disponível uma capacidade operacional muito poderosa.

Em breve, o submarino a propulsão nuclear, o Álvaro Alberto, vai entrar em fabricação já com a primeira sessão de verificação do seu casco resistente. Esse submarino vai consolidar ainda mais o lugar do Brasil no meio das nações. E isso que celebramos hoje.  

Mas, por que um “mas”, para dar perenidade a esses sucessos existe uma condição. Para manter essa soberania brasileira aqui no Complexo Naval de Itaguaí, com a ICN, precisa o Brasil desenvolver uma política industrial de defesa, o que significa sustentar a atividade dos parceiros industriais chaves. Concretamente para nós precisa desenvolver aqui, no ICN, novas atividades além da construção do submarino.

A ICN está pronta e mobilizada para abrir novas linhas de produtos e serviços. Primeira mente a manutenção desses submarinos e espero contribuir na manutenção dos demais navios da frota brasileira, em parceria com o meu grande parceiro o arsenal da Marinha, também com a EMGEPRON e a  Águas Azuis.
 
Segundamente, a construção de navio de superfície, de menor porte, no mínimo, como por exemplo o navio Polar, os navios hidrográficos, por os quais estamos competindo atualmente,  e também, na verdade, os demais navios do portfólio da Marinha.
 
Estamos prontos para abrir aqui uma linha de construção de navio de superfície que vai sustentar a manutenção de toda essa competência e permitir, ao longo do tempo, continuar permitindo produzir submarinos também. Ademais, essas novas linhas de produto, de serviços poderão ser fortalecidas no âmbito da parceria estratégica de defesa entre o Brasil e a França, entre as Marinhas Brasileiras e Francesas.

Senhor Presidente da República, Senhores Ministros, Senhor Almirante Comandante da Marinha formulou votos e confiou plenamente em sua vontade em preservar as conquistas, com a graça de Deus, e em garantir a perenidade da soberania tecnológica de defesa brasileira naval aqui presente a frente dos seus olhos.

Estamos orgulhosos de participar dessa historia para aguardarmos cada dia sempre o nosso melhor. Estamos a serviço.

Viva o Brasil!

Viva a Marinha do Brasil!

Viva a França!

E viva a ICN!

Muito obrigado!


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Tank

Tank

Última atualização 23 JUL, 08:00

MAIS LIDAS

PROSUB S40