COBERTURA ESPECIAL - PROSUB S40 - Naval

24 de Setembro, 2020 - 09:09 ( Brasília )

CASNAV e Fundação Ezute realizam seminário sobre Avaliação Operacional do Riachuelo

Evento apresentou a Descrição Funcional dos Subsistemas e a Descrição Operacional do Sistema de Combate do projeto capitaneado pela Marinha do Brasil

O Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV) e a Fundação Ezute realizaram, no final do mês de agosto e na primeira semana de setembro, um seminário de quatro dias que teve como objetivo fazer as apresentações da Descrição Funcional dos Subsistemas e da Descrição Operacional do Sistema de Combate do “Riachuelo”, primeiro dos quatro submarinos de propulsão diesel-elétrica em construção no âmbito do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), desenvolvido pela Marinha do Brasil (MB).

Realizado no auditório do CASNAV e seguindo todas as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenção da Covid-19, contou com a presença de representantes da MB de diversas partes interessadas como: IPqM (Instituto de Pesquisas da Marinha), CGAEM (Centro de Guerra e Acústica e Eletrônica da Marinha), COGESN (Coordenadoria-Geral do Programa de Desenvolvimento de Submarino com Propulsão Nuclear), ComForS (Comando da Força de Submarinos), DSAM (Diretoria de Sistemas de Armas da Marinha) e, claro, o próprio CASNAV.

O principal objetivo do seminário foi consolidar os conhecimentos disponíveis e necessários para a Avaliação Operacional sobre os subsistemas do Sistema de Combate, descritos nos diversos manuais do submarino, bem como promover a troca de informações e de experiências junto à MB.

Na Descrição Funcional de cada um dos 11 subsistemas do submarino, as funcionalidades e os respectivos requisitos de performance foram mapeados.

A Descrição Operacional do Sistema de Combate foi balizada nos modelos híbridos para a vigilância marítima, que combinam as vantagens dos modelos JDL (Joint Directors Laboratories) e do ciclo OODA (Observe, Oriente, Decida, Atue).

A visão sistêmica do modelo empregado para representar os Macroprocessos do submarino “Riachuelo”, com foco no Sistema de Combate, apresenta cada elemento do modelo preenchido e descrito por processos operacionais que facilitam o entendimento das diversas atividades necessárias para a operação do sistema de combate.

Os conteúdos que integraram os quatro dias de seminários foram apresentados por Cleber A. de Oliveira, Diego N. Botelho, Gabriel T. Vilela, José F. M. Bianco, Lucas O. Guimarães, Robson S. Cáceres e Vitor H. M. Albuquerque, engenheiros da Fundação Ezute.


VEJA MAIS