COBERTURA ESPECIAL - OTAN - Geopolítica

19 de Março, 2022 - 09:00 ( Brasília )

Quatro americanos morrem em acidente de aeronave militar na Noruega


Quatro americanos morreram na queda de uma aeronave militar em que estavam para exercícios da OTAN na Noruega, anunciou neste sábado (19) o Ministério da Defesa em Oslo.

"Todas as quatro vítimas têm nacionalidade americana", disse à AFP uma porta-voz do ministério da Defesa.

"É com grande tristeza que recebemos a mensagem de que quatro soldados americanos morreram em um acidente de uma aeronave na noite passada", anunciou, no Twitter, o primeiro-ministro norueguês, Jonas Gahr Støre.

"Os soldados estavam participando dos exercícios 'Cold Response' da OTAN", acrescentou.

A aeronave, um modelo Osprey, pertencia ao Exército dos EUA e havia desaparecido do radar na tarde de sexta-feira, em um momento em que as condições climáticas eram complicadas, anunciaram os serviços de resgate locais, explicando que o mau tempo dificultava as buscas.

"À 1h30, a polícia chegou ao local do acidente", explicou o ministério da Defesa norueguês em comunicado neste sábado.

"Todas as quatro pessoas a bordo morreram", acrescentou.

Os exercícios Cold Response mobilizam 200 aeronaves e cerca de 50 navios da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

Esses exercícios militares, que durarão até 1º de abril, visam testar a capacidade da Noruega de receber reforços externos em caso de agressão de um país terceiro, nos termos do artigo 5 da Carta da Aliança, que obriga os membros a prestar ajuda a um Estado-membro.

Nota DefesaNet:



O Bell Boeing V-22 Osprey é uma aeronave militar multifunção, capaz de pousos e decolagens verticais (VTOL) e em terreno curto (STOL). Ele foi desenhado para cumprir as funções de um helicóptero convencional e de um avião de turboélice de alta velocidade e longo alcance (Convertiplano).

Seu programa de desenvolvimento começou em 1981 e custou US$ 35 bilhões de dólares. O projeto foi entregue, em 1983, as empresas Bell Helicopter e Boeing Helicopters para desenvolver a aeronave tiltrotor. As empresas produziriam juntas o avião assim que este estivesse completo.

O primeiro V-22 voou em 1989. O projeto sofreu algumas alterações, devido a dificuldades técnicas, o que levou a vários atrasos no programa. Em junho de 2007, as primeiras unidades foram entregues as Forças Armadas dos Estados Unidos e começaram a substituir o Boeing Vertol CH-46 Sea Knight na marinha.

Em outubro do mesmo ano, a força aérea também aceitou as primeiras encomendas do V-22. Em 2009, no Iraque, eles foram usados pela primeira vez em uma operação militar. Eles também foram usados em ações de inteligência e resgate no Afeganistão, Sudão e Líbia.


VEJA MAIS