20 de Maio, 2021 - 09:40 ( Brasília )

Marinha realizará duas Operações simultâneas com adestramentos por mar, terra e ar


A fim de contribuir para elevar o aprestamento dos meios navais e aeronavais da Esquadra, bem como incrementar o grau de prontidão de unidades da Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE), a Marinha realizará as Operações “ADEREX-Anfíbia/Superfície”, entre os dias 20 e 28 de maio, na área marítima compreendida entre os estados de São Paulo e Espírito Santo.

As duas Operações ocorrerão simultaneamente e de forma integrada, impulsionando o entrosamento e a interação entre as tripulações dos meios da Esquadra e de Fuzileiros Navais. No dia 18 de maio, o Comandante da 1ª Divisão da Esquadra, Contra-Almirante Marcio Tadeu Francisco das Neves, designado para Comandar o Grupo-Tarefa formado para a missão, apresentou o planejamento das Operações ao Comandante em Chefe da Esquadra, Vice-Almirante Claudio Henrique Mello de Almeida, e demais militares que participarão da comissão.

Na ocasião, foram apresentados os exercícios, adestramentos e treinamentos a serem realizados nas Operações, que contarão, também, com o apoio de meios do Comando do 1º Distrito Naval e do Comando do 2º Distrito Naval. Da mesma forma, aeronaves da Força Aérea Brasileira participarão da comissão, com o intuito de incrementar a interoperabilidade entre as Forças.

No âmbito da Operação “ADEREX-Anfíbia”, os adestramentos terão como foco o embarque, o carregamento e o movimento navio-terra das unidades de Fuzileiros Navais, por meio de operações anfíbias e de esclarecimento. No que tange a Operação “ADEREX-Superfície”, os exercícios irão incrementar o preparo das tripulações dos navios, por meio de ações de superfície, de defesa aeroespacial, de guerra eletrônica, cibernética e exercícios de transferências de carga entre os navios com o emprego de aeronaves.

Todo o planejamento para a “ADEREX-Anfíbia/Superfície", iniciado em 29 de abril, considerou os protocolos sanitários para o enfrentamento da pandemia de Covid-19, entre os quais se inclui a testagem da tripulação, a desinfecção dos navios e a obrigatoriedade do uso de máscara facial e álcool em gel a bordo.


Comandante em Chefe da Esquadra reforça a importância das Operações para elevar o nível de prontidão dos meios da Esquadra e da Força de Fuzileiros da Esquadra



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS