02 de Fevereiro, 2021 - 10:20 ( Brasília )

Marinha realiza ação de presença em área de plataformas da Bacia de Santos, durante “Aspirantex/2021”


A fim de controlar o tráfego marítimo, prevenir crimes ambientais, contribuir para a salvaguarda da vida humana no mar e coibir a pesca ilegal, a Marinha empenhou esforços táticos e operacionais para monitorar embarcações em deslocamento na região do Pré-Sal, na Bacia de Santos.

A ação de presença é contínua e fundamental para reforçar a soberania do País na proteção da biodiversidade e das riquezas naturais existentes na Amazônia Azul, área de interesse político-econômico e estratégico, com cerca de 5,7 milhões de km² ao longo da costa brasileira.

Empregando, simultaneamente, o Navio-Aeródromo Multipropósito “Atlântico”, o Navio Doca Multipropósito “Bahia” e a Corveta “Barroso”, além das aeronaves “Seahawk”, “Esquilo”, “Bell Jet Ranger III” e “Super Cougar”, a Marinha mostra seu poder de dissuasão no mar e no ar.



De forma coordenada, as aeronaves e os navios aproximaram-se das embarcações em deslocamento, na área de plataformas da Bacia de Santos, para interrogar a origem, o destino, o tipo de carga transportada e os motivos de estarem ali.

Por ocasião da “Aspirantex/2021”, Aspirantes da Escola Naval acompanharam, embarcados nos navios e nas aeronaves, as atividades dos militares no controle da área marítima. Os futuros Oficiais tiveram, inclusive, a oportunidade de praticar ações de Patrulha Naval.

Nenhuma infração ou conduta ilícita foi registrada, confirmando, assim, que a presença da Marinha tem contribuído para dissuadir e desencorajar práticas criminosas no entorno estratégico e na Zona Econômica Exclusiva brasileira.


NAM “Atlântico”, Capitânia da Esquadra brasileira, nas proximidades do Navio-Plataforma FPSO
Ilha Bela na Bacia de Santos



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS