12 de Janeiro, 2021 - 11:35 ( Brasília )

NAM “Atlântico” realiza exercícios de preparação para “Aspirantex/2021”


O Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico”, Navio-Capitânia na “Aspirantex/2021”, realizou, durante esse fim de semana, uma série de exercícios preparatórios para garantir a eficácia da missão. A operação tem como principal objetivo familiarizar Aspirantes da Escola Naval com a rotina e as tarefas características da vida no mar por meio de exercícios táticos.

A fim de testar os canais de comunicação e incrementar o adestramento entre os meios participantes, operadores de radar do Centro de Operações de Combate (COC) realizaram exercício de manobras táticas simuladas. Com equipamentos em pleno funcionamento, os futuros Oficiais poderão pôr em prática no mar os conhecimentos que aprenderam nos bancos escolares.

Na preparação do NAM “Atlântico” também foram realizados treinamentos das equipes de Controle de Avarias (CAV), por meio da simulação de sinistros, como alagamento, colisão e incêndio. O exercício é fundamental para garantir o poder combatente do navio, bem como a segurança dos Aspirantes e da tripulação.

Todas as seções do navio cumprem com rigor os protocolos de enfrentamento da pandemia da Covid-19. Os militares e Aspirantes, a bordo do Navio-Capitânia durante a “Aspirantex”, fizeram exame sorológico e observaram período de quarentena pré-embarque para prevenir riscos de contaminação. Além do Capitânia, participam da Operação os seguintes meios navais, aeronavais e organizações militares:

- Navio Doca Multipropósito “Bahia” (G40);

- Fragata “Constituição” (F42);

- Fragata “Liberal” (F43);

- Corveta “Barroso” (V34);

- Submarino “Tupi” (S30);

- Grupamento de Mergulhadores de Combate (GRUMEC);

- Aeronaves “Super Cougar” (UH-15), “Seahawk” (SH-16) e “Esquilo” (UH-12); Aeronaves da Força Aérea Brasileira: “Bandeirante Patrulha” (P-95), “Orion” (P-3AM) e o caça-bombardeiro A-1.


Cursos de Especialização do CIAA iniciam adaptação de 814 Marinheiros

Como parte dos protocolos de prevenção à proliferação da Covid-19, o Centro de Instrução Almirante Alexandrino (CIAA) dividiu, nos dias 7 e 8 de janeiro, a apresentação dos 814 Marinheiros para os Cursos de Especialização (C-Espc) 2021.

Adicionalmente, os militares tiveram suas temperaturas aferidas, mãos higienizadas com álcool 70% e sapatos desinfectados em tapetes sanitizantes nas estações de triagem inicial. Na sequência, todos foram submetidos ao teste rápido para Covid-19.

Os C-Espc têm como objetivo habilitar os alunos para execução das tarefas técnico-profissionais das especialidades de Armamento, Direção de Tiro, Manobras e Reparos, Segurança do Tráfego Aquaviário, Carpintaria, Mecânica, Metalurgia, Escrita, Paiol, Comunicações Navais, Sinais, Eletrônica, Eletricidade, Comunicações Interiores, Motores e Máquinas.



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS