24 de Outubro, 2019 - 10:25 ( Brasília )

Marinha do Brasil promove a XII Conferência Naval Interamericana Especializada em Telecomunicações e Informática


Entre os dias 14 e 18 de outubro, foi realizada a XII Conferência Naval Interamericana Especializada em Telecomunicações e Informática (CNIE-T&I), no Rio de Janeiro-RJ. O evento, organizado pela Diretoria de Comunicações e Tecnologia da Informação da Marinha, contou com a participação das delegações da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Estados Unidos, México, Peru e Uruguai, além de representantes da Rede Naval Interamericana de Telecomunicações (RNIT).

O Diretor-Geral do Material da Marinha, Almirante de Esquadra Luiz Henrique Caroli, abriu a conferência e falou sobre o impacto da tecnologia para as Forças Navais. “Para nossas Marinhas, embora a evolução dos sistemas de comunicação, energia, navegação, propulsão e de armas tenha proporcionado uma maior capacidade de comando e controle, por outro lado, ela ampliou a possibilidade de ataques cibernéticos, seja contra meios navais, aéreos, terrestres ou infraestruturas de apoio logístico, constituindo-se em novo ambiente de combate”.

O evento, que nesta edição teve como tema “Marinhas das Américas: o desafio de comunicar e combater em ambientes de ameaças cibernéticas”, visa manter o intercâmbio de informações entre os comandos navais dos países-membros da RNIT, estreitando os laços diplomáticos e incrementando o conhecimento na área de tecnologia.

Também tem como objetivo o aperfeiçoamento e a padronização dos sistemas de comunicações navais americanos, a fim de que se disponha de sistemas eficientes, tanto em tempo de paz, como em tempo de crise continental.

A Contra-Almirante, Engenheira Naval, Luciana Mascarenhas da Costa Marroni, Diretora de Comunicações e Tecnologia da Informação da Marinha e Secretária da CNIE-T&I 2019 comentou que o tema escolhido é atual e abrangente. “As ameaças cibernéticas estão presentes em diversas atividades, sejam do nosso cotidiano particular ou, em especial, aquelas relacionadas às nossas tarefas profissionais marinheiras”.



ÚLTIMAS

MAIS LIDAS