COBERTURA ESPECIAL - Guerra Hibrida Brasil - Segurança

10 de Maio, 2021 - 13:34 ( Brasília )

Adriano Klafke - Decálogo Cíclico da Bandidolatria

Um roteiro do decálogo da Bandidolatria

 

 

DECÁLOGO CÍCLICO DA BANDIDOLATRIA

 

 

 

Adriano Klafke
Oficial da Brigada Militar /RS

 

O "decálogo" a seguir, escrevi há alguns anos. Está sendo firmemente aplicado. A praticamente proibição de operações policiais, pelo STF, leva a preparação, o aumento do poderio bélico e a disposição de criminosos para o confronto ao extremo. Realizar operações policiais somente "excepcionalmente" implica em confrontos também extremos. Agora, será reiniciado o ciclo.

 

 

 

1. Crie a ideia de que criminosos são vítimas da sociedade, sem escolhas individuais;

 

 

2. Romantize o crime, em especial o tráfico de drogas (de quem você é cliente financiador); transforme traficantes em paradigmas de sucesso e impulsione o recrutamento de crianças e adolescentes para facções criminosas;

 

 

3. Crie a farsa do "encarceramento em massa" e, a partir daí,

 

 

4. Promova política de impunidade via lei penal, processual e de execução penal - conte com o apoio de um Congresso minado por investigados, réus e até condenados, e tenha  ênfase nas decisões dos tribunais, forte no STF;

 

 

5. Com mais criminosos impunes nas ruas, mais ousados justamente em razão da impunidade, mais criminosos dispostos ao confronto;

 

 

6. Com mais confrontos, probabilística, mais mortes de criminosos e maior probabilidade de inocentes atingidos por disparos da ação de criminosos contra operações policiais ou mesmo por dano colateral na ação policial;

 

7. Na imprensa, noticie "mortos em operação policial"; não cite criminosos na narrativa; induza à presunção de que a polícia causa mortes, sem culpa alguma dos bandidos;

 

8. Diga que a solução está em adotar políticas "contra o encarceramento em massa", "contra o punitivismo"; convença a sociedade que atacar as estruturas do crime organizado/tráfico de drogas, que determina o maior porcentual de mortes, não reduz o número dessas mortes - mesmo que os dados mostrem que assim os homicídios reduziram quase 25%;

 

9. Com dissimulação e eufemismos, convença a sociedade de que com mais impunidade -  com mais criminosos impunes, mais ousados e dispostos ao confronto nas ruas - o crime reduzirá e teremos menos crimes, menos mortes;

 

10. Volte ao passo 1 e retroalimente o ciclo.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Vant

Vant

Última atualização 22 JUN, 10:10

MAIS LIDAS

Guerra Hibrida Brasil