COBERTURA ESPECIAL - Guerra Hibrida Brasil - Defesa

22 de Junho, 2020 - 04:00 ( Brasília )

Exclusivo - Coup d´FHC – As ações contra as Forças Armadas e o Brasil

Inicia a 331ª Reunião de Alto-Comando do Exército talvez a mais importante da História do Exército Brasileiro

Nota DefesaNet

Iniciamos duas séries especiais:

1 - Coup d´Presse - contendo publicações da imprensa contra as Forças Armadas, sempre com intuito de desinformar e desestabilizar,

E iniciamos e a segunda:

2 - Coup d´FHC com as ações conduzidas pelo ex-presidente com o objetivo de desestabilizar o Brasil, o Governo Constituído e as Forças Armadas.

O Editor

 


Nelson Düring
Editor-chefe DefesaNet

 
O momento brasileiro é multifacetado com diferentes interpretações dependendo da perspectiva que se observa.

Não há somente uma única crise: política, econômica, sanitária, social, ambiental,  geopolítica, etc.

São todas estas crises e muitas outras. No momento o Brasil decide o futuro de ser nada e voltar aos desastres das décadas passadas nas relações com a Banca Internacional após a pandemia (por acaso terminará?)   
 
Um dos focos dos ataques são os militares, pelas suas ações no governo na Operação COVID-19, Verde Brasil 2, etc.

E sofrem os militares, na imprensa, um continuado e devastador ataque com difamações, ataques pessoais e institucionais.  DefesaNet publicou a Série Coup d´Presse com os artigos de ataques e infâmias aos militares, que podem ser acessados na tag.
 
Agora começamos a Série Coup d´FHC, coletando as matérias que retratam as ações coordenadas pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso na condução de sua tentativa de golpe contra as instituições brasileiras e diga-se, também o governo Jair Bolsonaro, que não é o alvo principal. Publicaremos um artigo detalhado sobre o assunto.

Desde, o dia 10 Junho 2020, o foco é o Comandante do Exército, o Alto-Comando e ao Exército como um todo. Ao receber o ministro Gilmar Mendes, no Comando do Exército, o Gen Ex Edson Leal Pujol, não recebia um representante do Supremo Tribunal Federal (STF), em visita de cortesia, mas um emissário e operador do Ex-Presidente FHC na Suprema Corte.

O Ministro Gilmar Mendes age, como tivesse usurpado a presidência da Suprema Corte e a conduz em atos provocativos contra o Presidente da República, aos Militares e ao Povo Brasileiro (as manifestações de 21JUN2020 explicitaram bem este ponto).  Os ministros Celso de Mello e Alexandre de Moraes são meros instrumentos conduzidos por Gilmar Mendes e FHC.
 
Este foi a pessoa recepcionada pelo Comandante do Exército. Na visita, junto com a entrega do livro, motivo da visita, também um convite similar ao feito anteriormente, pelo governador João Dória, ao ministro da fazenda Paulo Guedes, para desertar do governo e pensar em sua reputação, ou algum outro mais outro assnto mais escabroso.

Ao falhar no seu intento de cooptar o Comandante do Exército, imediatamente as peças do Coup d´FHC começaram a ser movimentadas. Foi plantada a nota de politização da futura 331ª Reunião de Alto-Comando do Exército (RACE), que ocorre de 22 a 26 Junho, onde serão aprovados os nomes a serem indicados a General-de-Exército. Também decisões sobre vários programas estratégicos da Força Terrestre.

A matéria de Época, publicada dia 15JUN2020, contém uma armadilha ao Comandante do Exército. Ao indicar que há pressões para a promoção de um determinado oficial a quatro estrela e a proposição ser de um oficial-general ligado intimamente ao PSDB, é a tentativa de colocar em cheque a liderança do comandante.  (ver Coup d`FHC - A Politização dos Quartéis Já se Reflete no Alto-Comando do Exército Link)

No dia 16JUN2020, o jornal Valor torna pública a reunião de Gilmar Mendes com o Comandante do Exército (Coup d´FHC - Gilmar Mendes tenta constranger o Comandante do Exército). A matéria ditada por Gilmar Mendes à jornalista Maria Cristina Fernandes tem o título “Gilmar abre canal com comandante do Exército”. Um título provocativo ao Palácio do Planalto e o eterno desconfiado Presidente Jair Bolsonaro.

Neste fim de semana surgiram dezenas de artigos, quase todos no mesmo tom: ataques, insinuações, ofensas aos militares e elefantinas articulações contra o General Pujol.

Até o juiz Sergio Moro mandou recados aos militares, estes que garantiram a sua segurança nos tempos difíceis, hoje trabalha pela sua reputação. (Coup d´FHC - Sergio Moro - Honra e Fuzis
 
A explicação está em uma nota de VEJA, publicada sábado (20JUN2020), “Coup d`FHC - Gilmar Mendes ouviu do comandante do Exército o que não queria”.

A matéria cita: “Pujol se alinhou à interpretação da caserna de que o Judiciário tem extrapolado em suas funções. Mesmo entre os militares considerados mais “institucionais” e avessos ao mundo político, como o comandante do Exército, não foram bem assimiladas decisões de Moraes como a que vetou o nome de Alexandre Ramagem para a diretoria-geral da Polícia Federal. A ordem judicial que mais impressionou os fardados, no entanto, foi a decisão do STF que impediu o presidente de decidir sobre políticas relacionadas ao novo coronavírus.”

Porém, o porta-voz oficial do Coup d´FHC, Guilherme Amado, Época, não é sutil e parte para o ataque no artigo “Coup d´FHC - Bolsonaro, o STF e a Caserna”:

 

“O objetivo de Mendes ao marcar a conversa com Pujol foi criar uma linha direta com o comandante do Exército, não só para medir o pulso de como está a principal das três Forças, mas também para mostrar que há constitucionalidade por trás das recentes decisões (do STF)”.


Portanto o objetivo é desconstruir o Exército, o seu Comandante, e as Forças Armadas. Não pensem o Ten Brig Bermudez e o Alm Esq Ilques, que conseguirão passar incólumes da discussão. Observar a manobra do Tribunal de Contas da União (TCU), alinhado ao Coup d´FHC, em politizar uma decisão já tomada e de vital interesse para a Marinha do Brasil no Programa Classe Tamandaré (CCT - TCU politiza Capitalização da EMGEPRON na Classe Tamandaré)

Não é mera coincidência que o Estado de São Paulo (19JUN2020), publique artigo do Gen Ex R1 Alberto Mendes Cardoso, o porta-voz militar não oficial de FHC (Coup d´FHC - Gen Alberto Mendes Cardoso - O Exército dos brasileiros). O Gen Div R1 Santos Cruz em vias de cooptação pelo PSDB, também tornou-se figura carimbada em programas com pseudas discussões, que na verdade, são ataques aos militares. O que até o Gen Ex Santa Rosa tem sido envolvido.

FHC no comando de seu ataque tem um antigo aliado, o Diálogo Interamericano,  agora batizado “The Dialogue, Leadership for the Americas”.  
 
Sim, leitor está em curso a retomada das ações descritas no livro “O Complô para aniquilar as Forças Armadas e as nações da Ibero-América”, de 1997(1). Lembrar que em 1992 os Srs Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva contavam como membros. Hoje só FHC permanece como membro da diretoria.

O objetivo claro, na Defesa Nacional entre vários setores, é desmobilizar as Forças Armadas (um Defund Armed Forces, similar ao proposto Defund Police nas manifestações dos Estados Unidos). Leia-se qua o alvo são as três forças e um dos objetivos é influir, preliminarmente, em 4 programas, que são considerados inaceitáveis pelo “Deep State Americano”, leia-se Partido Democrata Americano, controlador do “The Dialogue”.

Os alvos são os programas estratégicos militares:
 

1 – Míssil Tático de Cruzeiro AV-MTC 300;

2 – Tirar a inteligência e garras do caça Gripen;

3 – Programa Espacial com Veículo Lançador de Microssatélites (VLM) baseado no foguete S-50 (em desenvolvimento), e,

4 – Programa de Desenvolvimemto de Submarinos (PROSUB). Eliminar capacidades e inteligência e postergar definitivamente o de propulsão Nuclear
 

Portanto, a 331ª RACE será uma das mais importantes da história do Exército Brasileiro, e também das Forças Armadas Brasileiras. Definirá que  Exército Brasileiro, o Alto-Comando planeja ser possível e cabível para o Brasil atende às suas projeções geopolíticas. E queiram ou não: o mundo político, o STF, Mídia e FHC, qual será o Brasil do futuro.

Um encargo pesado para os membros da Reunião do Alto-Comando do Exército, tenham discernimento e que consigam vislumbrar o caminho nas "Brumas da Batalha", pois o inimigo está à espreita.
 
A provocação lançada ao Alto-Comando está feita, pelo porta-voz do Coup d´FHC, no artigo Coup d´FHC - Bolsonaro, o STF e a Caserna Link:

“Sem dosar palavras, os ministros foram duros nas adjetivações e na defesa da democracia. Estão em alerta, claro. Mas, se estivessem de fato com medo, teriam votado sem toda aquela veemência."
 

___________________

1 - O Complô para aniquilar as Forças Armadas e as Nações da Ibero-America" - 1997 - EIR

________________________



FHC - Não há oposição organizada.
Título original do artigo: ‘DORIA FICA MAIOR E HUCK, MENOR’
Este artigo é importante pois detalha a estratégia que tem sido implementada pelo STF. Criminalizar e tentar tirar das ruas os seguidores do governo

OESP 19 Abril 2020

Coup d´Presse - FHC: “Quem vai ser responsabilizado pelos erros do Governo, queiram ou não, serão os militares”
Ex-presidente diz que excesso de generais expõe fraqueza de Bolsonaro. Ele enxerga reação em defesa da democracia e diz que ideias de Guedes estão erradas para o momento

El Pais 02 Junho 2020 Link
 
Editorial – China Alia-se à Avenida Paulista e FHC
O inusitado ataque indireto do Embaixador Chinês em Brasília e do ministério das Relações Exteriores em Pequim com grupos para desestabilizar o governo Bolsonaro

19 Março 2020  DefesaNet
 
 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Expansão Chinesa

Expansão Chinesa

Última atualização 23 NOV, 11:11

MAIS LIDAS

Guerra Hibrida Brasil