Precursora da Operação Ágata Oeste é realizada em Campo Grande

O objetivo do encontro foi identificar o local de montagem do Comando Conjunto avaliar as necessidades de adequação para as Operações subsequentes

A Operação Ágata Oeste, conhecida por intensificar as ações de repressão a ilícitos na região de fronteira, teve recentemente uma fase precursora de grande importância, realizada na Base Aérea de Campo Grande (BACG). Esta fase preliminar, realizada entre os dias 1º e 03/07, contou com a participação das Secretarias de Segurança Pública de Mato Grosso do Sul (MS) e Mato Grosso (MT), além da Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), do Judiciário e das Forças Armadas.

O objetivo principal é identificar o local de montagem do Comando Conjunto, que será liderado pelo Major-Brigadeiro do Ar Luiz Cláudio Macedo, Comandante do Quarto Comando Aéreo Regional (IV COMAR), e avaliar as necessidades de adequação para as Operações subsequentes, durante a precursora o Oficial-General buscou estreitar laços com os elos de Segurança Pública Estaduais e Federais.

Durante os dias da operação, foram apresentadas as diretrizes da missão e realizados encontros com representantes dos órgãos envolvidos. O Major-Brigadeiro Macedo presidiu a reunião no dia 01/07, discutindo estratégias e reforçando a colaboração interinstitucional. Já no dia 02/07, a comitiva visitou a cidade de Cuiabá (MT) no intuito de conhecer os Órgãos de Segurança Pública do Estado, avaliando de perto as condições e necessidades para a operação. O retorno aconteceu no dia seguinte.

A Operação Ágata Oeste visa não apenas combater ilícitos na fronteira, mas também fortalecer a segurança na região por meio da integração e cooperação entre as diversas forças de segurança. A fase precursora desempenhou um papel crucial na preparação e planejamento das ações, garantindo uma operação mais eficiente e coordenada.

Fotos: BACG

Compartilhar:

Leia também

Inscreva-se na nossa newsletter