COBERTURA ESPECIAL - Front Interno - Naval

03 de Março, 2021 - 09:30 ( Brasília )

Marinha realiza 46 apreensões durante a Operação “Ágata” no Amapá


A Capitania dos Portos do Amapá, a Agência da Capitania dos Portos do Amapá no Oiapoque, o Navio-Patrulha “Guanabara” e uma aeronave P-95 Bandeirante Patrulha da Força Aérea Brasileira (FAB) participaram, no período de 18 a 28 de fevereiro, da Operação “Ágata”, no estado do Amapá, reforçando as ações de fiscalização do tráfego aquaviário por meio de Inspeções Navais.

Durante a Operação, foram realizadas 46 apreensões, 108 notificações e 527 abordagens a embarcações. As ações tiveram como objetivo a prevenção e a repressão de atividades criminosas, combatendo ilícitos e crimes ambientais nos municípios de Macapá, Santana, Mazagão e Oiapoque (AP).

De forma educativa, militares repassaram orientações aos Comandantes, tripulantes e passageiros sobre aspectos relacionados à salvaguarda da vida humana, à prevenção da poluição e à segurança da navegação, reforçando a importância de não trafegarem com embarcações irregulares, que colocam em risco a segurança dos passageiros.

Militares da Marinha em ação de repressão a crimes ambientais na Amazônia

Além disso, foram distribuídos folders com informações sobre cuidados para enfrentamento da pandemia do novo coronavírus.

As ações foram realizadas em conjunto com agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária do Estado do Amapá, Agência Brasileira de Inteligência e Polícia Militar do Amapá, reforçando, mais uma vez, a eficácia das operações interagências.

Marinha apreende embarcação com 500 quilos de pescado, no Amapá


A Capitania dos Portos do Amapá (CPAP) apreendeu, no dia 26 de fevereiro, um barco pesqueiro com cerca de 500 kg de pescado, por não apresentar licença de pesca dentro da validade e por falta de tripulante habilitado.

A ação ocorreu no contexto da Operação “Ágata”, em atividade conjunta com fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis do estado do Amapá e da Agência Brasileira de Inteligência, no Rio Amazonas, nas cidades de Macapá e Santana (AP).

Todo o alimento apreendido foi doado para o “Mesa Brasil – SESC”, que atende pessoas em situação de vulnerabilidade social e nutricional. A CPAP atua, com o apoio dos órgãos federais, estaduais e municipais, em ações preventivas e repressivas contra atividades criminosas, combatendo ilícitos e crimes ambientais.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Doutrina Militar

Doutrina Militar

Última atualização 16 ABR, 20:00

MAIS LIDAS

Front Interno