COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

19 de Junho, 2020 - 15:25 ( Brasília )

Comitiva do DECEA visita Torre Remota da Ala 12, no Rio de Janeiro (RJ)


Sargento Gaudêncio, Tenente Letícia Faria e Capitão Oliveira Lima
 

Uma comitiva do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) esteve, no dia 8 de junho, nas instalações do Destacamento de Controle do Espaço Aéreo de Santa Cruz (DTCEA-SC) e do Primeiro Grupo de Comunicações e Controle (1º/1º GCC) – Esquadrão Profeta, localizadas no Rio de Janeiro (RJ). Os Oficiais-Generais conheceram a estrutura da Torre Remota, bem com a funcionalidade e a capacitação técnica operacional.

O Comandante da Ala 12 – Base Aérea de Santa Cruz (RJ), Coronel Aviador Marcelo da Costa Antunes, recebeu o Diretor-Geral do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Tenente-Brigadeiro do Ar Heraldo Luiz Rodrigues; o Vice-Diretor do DECEA, Major-Brigadeiro do Ar Walcyr Josué de Castilho Araujo; o Chefe do Subdepartamento de Operações do DECEA, Brigadeiro do Ar Ary Rodrigues Bertolino; e o então Comandante da Ala 11, Brigadeiro do Ar Fernando César da Costa e Silva Braga.

“A tecnologia disponível na Torre Remota de Santa Cruz permite um grande ganho de consciência situacional ao Controlador de Tráfego Aéreo, contribuindo para uma melhor prestação do serviço de controle do Aeródromo de Santa Cruz e imediações. Com isso, há também um favorecimento da segurança operacional e auxílio para o bom cumprimento da missão do destacamento”, disse o Comandante do DTCEA-SC, Capitão Aviador Rafael Santos Viana. 

Foi realizada, também, uma visita nas instalações do Esquadrão Profeta, com apresentação do Comandante do Esquadrão, Major Aviador Carlos Eduardo Azevedo Alvares, que falou sobre a missão e a operacionalidade da equipe.

Torre de Controle Remoto de Santa Cruz

Em 18 de outubro de 2019, a Torre de Controle Remoto – a primeira da América Latina – entrou em operação na Ala 12 com o objetivo de tornar mais rápido o controle aéreo, além de eficiente e mais econômico. A Torre Remota possibilita a visualização por meio de monitores que reproduzem imagens de câmeras posicionadas próximas à pista de pouso e decolagem, proporcionando ao controlador uma visão mais ampla da mesma. Das 16 câmeras fixas, duas contam com a tecnologia Pan Tilt Zoom (PTZ), que possibilita um aumento das imagens em até 24 vezes, dando, com isso, mais nitidez a objetos localizados a quilômetro de distância. Esse projeto pioneiro colocado em prática na Ala 12 converge com a história da própria unidade, onde encontra-se o Primeiro Grupo de Aviação de Caça (1° GAVC) e o Hangar do Zeppelin, ambos marcantes na história do Brasil.

Ala 12 realiza distribuição de cestas básicas no Rio de Janeiro¹


Durante três semanas, foram arrecadadas 5,5 toneladas de alimentos pelo efetivo da Guarnição de Aeronáutica de Santa Cruz (GUARNAE-SC), totalizando 171 cestas básicas, que foram distribuídas pela Comissão de Assistência Social da Ala 12, situada no Rio de Janeiro (RJ). Na segunda-feira (15), a ação solidária aconteceu na Comunidade Santo Antônio, nas proximidades da Guarnição, onde foram distribuídas 80 cestas básicas para as famílias carentes da região.

A distribuição ocorreu na Capela Santo Antônio da Guarda e foi coordenada com o auxílio de Zilma Rosa de Andrade, que reside no local há 75 anos e que também representa os moradores nos assuntos de interesse coletivo. “A maioria das famílias que moram aqui é composta de pescadores. Também há membros dessas famílias que trabalham para complementar a renda, porém com o início da pandemia, muitos ficaram sem trabalhar. Sentimos uma alegria muito grande em receber esses alimentos por parte da Aeronáutica”, disse a moradora.

No segundo dia de distribuição, terça-feira (16), foi a vez de atender, na sede da Assistência Social da Ala, membros do efetivo da Guarnição, além do Abrigo Doce Morada, localizado no bairro de Santa Cruz, que atende 77 idosos, 400 crianças e 100 adolescentes. Desta vez, foram distribuídas 91 cestas básicas.

O Comandante da Ala 12, Coronel Aviador Marcelo da Costa Antunes, incentivou a boa ação. “Independente da posição que hoje nós ocupamos, um dia poderemos precisar de algum tipo de ajuda. O que importa é praticarmos a solidariedade e propagar afeto a quem mais precisa", declarou.

Fotos: Sargento Neubar / Ala 12 -
¹Por Sargento Camila Macedo,
Tenente Cristiane E Capitão Oliveira Lima


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Nuclear

Nuclear

Última atualização 04 AGO, 20:41

MAIS LIDAS

Modernização FAB