COBERTURA ESPECIAL - Modernização FAB - Aviação

09 de Dezembro, 2019 - 10:30 ( Brasília )

Sistema desenvolvido pelo CCA-RJ apoia Exercícios Operacionais

Sistema de Informações Gerenciais para Exercícios (SIGEX) atende as demandas dos Exercícios da Força Aérea Brasileira

Ten Tatiana Rubim, Cabo Nilvamberto, Tenente Felipe Bueno E Tenente-Coronel Santana


Militares do Centro de Computação da Aeronáutica do Rio de Janeiro (CCA-RJ) participaram do Exercício Operacional (EXOP) Tinia, realizado entre os dias 18 de novembro e 2 de dezembro, em duas sedes: Ala 3, em Canoas (RS) e Ala 4, em Santa Maria (RS). O CCA-RJ apoiou o EXOP com o Sistema de Informações Gerenciais para Exercícios (SIGEX), um portal concebido no início dos anos 2000 e aperfeiçoado para atender as demandas dos Exercícios Operacionais da Força Aérea Brasileira (FAB).

Durante as atividades, um grande volume de informações trafegam via sistema e conectam de maneira sinérgica todas as células e participantes das manobras.

No seu histórico, o SIGEX foi utilizado em treinamentos operacionais com as mais diversas características e desafios. Na CRUZEX 2018, integrou participantes de diversas nacionalidades, com a versatilidade de ser um sistema multi-idioma. No EXOP Tínia 2019, possibilitou a integração do Exercício em múltiplas sedes, além de permitir a visualização das informações de qualquer localidade do Brasil.

O Major Aviador Juarez Bessa Leal, do Comando de Preparo (COMPREP), explicou a importância da ferramenta no EXOP Tinia. “O sistema permitiu que a parte de apoio fosse dividida entre as Alas 3 e 4 e a parte operacional fosse unificada: a cada decolagem, os aspectos do voo eram atualizados pelo pessoal em solo e, de qualquer local, era possível visualizar suas informações.

Isso interferiu, inclusive, no andamento do Exercício, pois tornou possível extrair um relatório diário ou acumulado do aproveitamento do EXOP, possibilitando melhorias. É um ciclo alimentado a todo momento e que proporciona evoluções de maneira ágil, permitindo que as lições fossem aprendidas ainda durante o treinamento”, finalizou.

Módulos auxiliam o treinamento real

Nas edições da CRUZEX, o SIGEX foi idealizado para ter uma interface autoexplicativa, de fácil utilização e flexível, uma vez que a maioria dos participantes, brasileiros ou estrangeiros, nunca o havia utilizado anteriormente.

Inicialmente, o sistema foi implantado somente com os módulos para Helpdesk e Evaluation. Porém, a cada Exercício, são acrescentadas novas funcionalidades e, hoje, o sistema disponibiliza módulos como Daily Debriefing, documentos, centro de facilidades, segurança, escala de voo e meteorologia, entre outros.

Um dos recursos é o acesso a diversos gráficos, parte da transição do sistema da era de armazenamento de dados para a era da geração de informações para apoio à decisão. A partir da CRUZEX Flight 2018, foi possível, por exemplo, visualizar o panorama completo das missões; identificar a fase do voo ou as causas que mais geraram incidentes de segurança de voo; produzir estatísticas de suporte ao Exercício e apoio logístico, como solicitações de abastecimento e equipamentos de solo; entre outras melhorias.

Em 2019, as novidades foram os indicadores de planejamento/execução, nos quais é possível visualizar as informações dos voos e missões, gráficos de cumprimento de missões dos Esquadrões e dos projetos. "No Tinia, o sistema apresentou, inclusive, a escala de voo em tempo real, o que gerou indicativos de aproveitamento, mesmo com as aeronaves ainda em voo", contou o Tenente Analista de Sistemas Marcelo Alexandre Martins da Conceição, do CCA-RJ.

Fotos: Tenente Marcelo Conceição/CCA-RJ, Sargento João Luis Petra/CCA-RJ e Sargento Bianca Viol/CECOMSAER


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Informação e Híbrida

Guerra Informação e Híbrida

Última atualização 18 SET, 00:34

MAIS LIDAS

Modernização FAB