COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Terrestre

21 de Fevereiro, 2022 - 10:20 ( Brasília )

Brigada de Selva homenageia veterano da Força Expedicionária Brasileira


No dia 15 de fevereiro, a 1ª Brigada de Infantaria de Selva (1ª Bda Inf Sl) realizou uma homenagem ao Primeiro-Tenente Sebastião Paulino de Lima, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB).

A atividade foi realizada na residência do Tenente Paulino e contou com a presença do Comandante da 1ª Bda Inf Sl, General de Brigada Adriano Fructuoso da Costa, dos comandantes das organizações militares da Guarnição de Boa Vista e de seus respectivos adjuntos de comando, além de familiares e amigos do veterano homenageado.

Na oportunidade, foi realizada a leitura de um texto alusivo à trajetória do ex-combatente, que foi condecorado com a Medalha Tributo à FEB, concedida pelo Comandante do Exército e destinada a distinguir civis e militares que tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol da preservação e difusão da memória histórica da FEB na Segunda Guerra Mundial.

Quando a “cobra fumou”, o então Segundo-Sargento Paulino deixou a Região Norte com destino ao Rio de Janeiro, a fim de integrar, como voluntário, as fileiras do 1º Regimento de Infantaria – o tradicional Regimento Sampaio –, que se preparava para combater o nazifascismo na Europa, enquadrado na Força Expedicionária Brasileira. Dali, seguiu a bordo do navio de transporte General Mann, desembarcando em Nápoles, em outubro de 1944.

Permaneceu onze meses no Teatro de Operações Italiano, quatro dos quais na linha de frente, participando da mais sangrenta batalha em que se envolveu a FEB, na localidade de Montese, onde cerca de 430 de seus compatriotas tombaram mortos ou feridos.



O Tenente Paulino é roraimense, de etnia indígena Taurepang. Demonstrando impressionante lucidez, no auge dos seus 103 anos, não se abstém de falar sobre a importância do patriotismo e de sua trajetória em defesa da Pátria. Em suas palavras, o pracinha ressaltou: “Foi na guerra que aprendi a lutar, viver e amar oproximo"


VEJA MAIS