COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Terrestre

25 de Fevereiro, 2021 - 10:55 ( Brasília )

Cerimônia na Itália celebra 76 anos da vitória brasileira em Monte Castello


No dia 21 de fevereiro, no município italiano de Gaggio Montano, foram realizadas diversas cerimônias em homenagem aos “pracinhas” da Força Expedicionária Brasileira (FEB), que conquistaram o até então inexpugnável baluarte defensivo nazifascista de Monte Castello. Atendendo todas as medidas de segurança estabelecidas pela emergência sanitária vigente no país, italianos e brasileiros reverenciaram a participação da FEB na Campanha da Itália durante a Segunda Guerra Mundial.

A primeira parte da cerimônia, desenvolvida no Monumento Votivo Militar Brasileiro de Monte Castello, localizado no distrito de Guanella, no sopé da elevação, contou com a presença do Adido do Exército junto à Embaixada do Brasil na Itália, Coronel André Luiz dos Santos Franco; da Prefeita de Gaggio Montano, Maria Elisabetta Tanari; e de autoridades civis e militares. Naquela oportunidade, houve o hasteamento dos pavilhões do Brasil e da Itália, foram entoados os hinos dos países irmãos e também depositadas coroas de flores no monumento de Monte Castello, recordando os 76 anos da conquista.

O Adido do Exército também realizou a imposição da Medalha Tributo à FEB no estandarte do município de Gaggio Montano. Instituída pelo Comandante do Exército em 13 de fevereiro de 2020, a medalha destina-se a distinguir civis e militares, nacionais ou estrangeiros, bem como organizações militares (OM) e instituições civis, nacionais ou estrangeiras, que tenham praticado ação destacada ou serviço relevante em prol da preservação e difusão da memória histórica da FEB na Segunda Guerra Mundial.

A segunda atividade ocorreu junto ao monumento em homenagem aos 17 heróis de Abetaia. No local onde os militares brasileiros tombaram durante o quarto ataque a Monte Castello, o AdiEx e a prefeita de Gaggio Montano depositaram flores em memória aos “pracinhas” que sacrificaram a própria vida em defesa da liberdade e da democracia no mundo.

Nas suas palavras, o AdiEx destacou que as operações na região de Monte Castello foram desencadeadas na fase final da Segunda Guerra Mundial entre as tropas aliadas e as forças nazifascistas, que tentavam conter o seu avanço no norte da Itália. A efetiva ação da FEB na conquista marcou definitivamente a história dos “pracinhas” no conflito.

Monte Castello

A batalha durou três meses, de 24 de novembro de 1944 a 21 de fevereiro de 1945, durante os quais se efetuaram cinco ataques, com grande número de baixas devido a vários fatores, entre os quais as temperaturas extremamente baixas. Os quatro primeiros ataques, em 1944, não tiveram êxito, o que aconteceu apenas na quinta tentativa.

Fonte: AdiEx Itália

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


07SET2021

07SET2021

Última atualização 07 DEZ, 11:11

MAIS LIDAS

Ecos - Guerras, Conflitos, Ações