COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Terrestre

26 de Junho, 2020 - 12:00 ( Brasília )

Cerimônia de imposição das medalhas Tributo à Força Expedicionária Brasileira e Marechal Trompowsky


O Embaixador da Itália no Brasil, Senhor Francesco Azzarello, e o Comandante do Exército, General de Exército Edson Leal Pujol, além de ex-combatentes da Força Expedicionária Brasileira (FEB), participaram, na quarta-feira, 24 de junho, da cerimônia de imposição das medalhas Tributo à Força Expedicionária Brasileira e Marechal Trompowsky, promovida pelo Exército Brasileiro em seu Quartel-General, em Brasília.

O evento contou com a presença de integrantes do Alto-Comando do Exército Brasileiro, dos órgãos de assistência direta e imediata ao Comandante do Exército e do Coronel da Força Aérea Italiana Leonardo Barone, Adido de Defesa da Itália no Brasil, além de outras autoridades.

De acordo com o Comandante do Exército, a cerimônia visa dois objetivos: preservar a memória e os feitos dos 25.834 brasileiros, que integraram uma força militar na campanha da Itália, por meio do reconhecimento de civis e militares, nacionais ou estrangeiros, bem como de organizações militares ou instituições civis, brasileiras ou internacionais, que se destacaram na preservação ou difusão da memória histórica da FEB na Segunda Guerra Mundial, e homenagear militares e civis, nacionais ou estrangeiros, que contribuíram para o engrandecimento do Sistema de Educação e Cultura do Exército Brasileiro.

Em um primeiro momento da cerimônia, o Tenente-Coronel Nestor da Silva, ex- combatente da FEB, realizou a imposição da medalha Tributo à Força Expedicionária Brasileira no Comandante do Exército. Depois, foi a vez do General de Exército Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, fazer a imposição da medalha Marechal Trompowsky no Comandante. Em seguida, o General Leal Pujol realizou a imposição das medalhas nos agraciados.