COBERTURA ESPECIAL - Ecos - Guerras, Conflitos, Ações - Terrestre

19 de Junho, 2020 - 14:30 ( Brasília )

10ª RM faz encenação histórica de evento ligado ao desdobramento brasileiro para a I Guerra Mundial


Em decorrência da Primeira Guerra Mundial (1914-1918) e em resposta aos ataques de submarinos alemães aos navios brasileiros, foram criadas e desdobradas, de forma preventiva, particularmente no Nordeste, baterias de artilharia ao longo do nosso litoral, que ocuparam as fortificações existentes e tinham como objetivo ampliar a defesa costeira do nosso país.

Em 1917, foi criada em Fortaleza a 1ª Bateria Independente do 3º Distrito de Artilharia de Costa, que também utilizava o uniforme histórico advindo da 6ª Bateria de Artilharia Independente, aquartelada no Forte de Copacabana, no Rio de Janeiro (RJ). Esse uniforme foi instituído pela Portaria nº 1.355, de 30 de agosto de 2019, e passou a ser ostentado pela Companhia de Comando da 10ª Região Militar (10ª RM).

Para rememorar esse fato histórico, ocorreu um cerimonial militar da arriação do Pavilhão Nacional e uma demonstração de peça histórica de artilharia, com a presença do Comandante da 10ª RM, General de Divisão Fernando José Soares da Cunha Mattos, e do Prefeito Municipal de Fortaleza, Roberto Cláudio Rodrigues Bezerra, além de convidados. A atividade tem o objetivo de integrar, no futuro, o roteiro cultural e histórico da cidade de Fortaleza, como forma de cultuar os feitos históricos do Exército Brasileiro.