COBERTURA ESPECIAL - DQBRN - Terrestre

26 de Novembro, 2021 - 11:00 ( Brasília )

Batalhão de Defesa Química e Biológica participa da Operação Membeca


No período de 15 a 19 de novembro, o 1º Batalhão de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (1º Btl DQBRN) participou do Exercício Membeca, atividade anual do adestramento avançado da 1ª Divisão de Exército, realizado na região de Resende e municípios vizinhos.

No dia 16, foi empregado um destacamento do 1º Btl DQBRN em apoio à 4ª Brigada de Infantaria Leve de Montanha, realizando o reconhecimento QBRN, coleta de amostras e o desdobramento do posto de descontaminação total na localidade de Falcão.

 

O destacamento recebeu a simulação de pessoal civil e patrulhas da Força Terrestre Componente que atuavam na região apresentando algum tipo de contaminação.

À noite, ocorreu o apoio em instrução e equipamento de proteção individual às topas do Grupamento de Unidades Escola/9ª Brigada de Infantaria Motorizada (GUEs/9ª Bda Inf Mtz) na região da pista de combate à localidade da Academia Militar das Agulhas Negras. No dia 17, ocorreu o desdobramento do posto de descontaminação total em apoio às tropas do GUEs/9ª Bda Inf Mtz na região de Saibreira.

Estabelecimento Central desloca viaturas Guarani ao final da Operação Membeca



o fim da Operação Membeca, adestramento avançado da 1° Divisão de Exército (1ª DE), o Estabelecimento Central de Transportes (ECT), subordinado à Base de Apoio Logístico do Exército (Ba Ap Log Ex), participou da reversão dos meios utilizados na atividade, transportando os 22 Guaranis de Resende para o Rio de Janeiro, nos dias 23, 24 e 25 de novembro.

O ECT participou do deslocamento estratégico da 1ª DE para as áreas de concentração estratégica da operação. Os 22 Guaranis foram transportados do 1º Batalhão de Infantaria Mecanizado (Escola) para Resende, dos dias 3 a 5 de novembro, pelo módulo logístico especializado do Estabelecimento.

 

Para o cumprimento da missão, foram empregados oito cavalos mecânicos e oito pranchas. Além dessas viaturas, foram empregadas viaturas balizadoras e escolta, visando proporcionar segurança ao comboio durante seu trajeto.

Essa foi uma oportunidade de adestramento dos militares do ECT, uma vez que foi realizada a ancoragem e transporte de viaturas blindadas, aprimorando suas capacidades.

Créditos: Sd Conegundes / Sd Bastos - Seção Com. Soc. ECT

 

 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Prosub

Prosub

Última atualização 24 JAN, 17:00

MAIS LIDAS

DQBRN