COBERTURA ESPECIAL - DQBRN - Terrestre

19 de Novembro, 2021 - 11:20 ( Brasília )

Instituto de Biologia do Exército inaugura seu Mestrado em Defesa Biológica


O início do ano letivo do primeiro Mestrado Acadêmico em Defesa Biológica no Instituto de Biologia do Exército (IBEx) foi marcado por uma aula inaugural em 11 de novembro. A atividade é fruto da iniciativa da Equipe de Pesquisa do Instituto ao longo de cinco anos.

O evento contou com a presença dos diretores das Organizações Militares de Saúde (OMS) situadas na 1ª RM e do Diretor do Instituto de Defesa Química, Biológica, Radiológica e Nuclear (IDQBRN), Coronel Marcos Carvalho Barcellos.

O Comandante da 1ª Região Militar (1ª RM), General de Divisão Luiz Fernando Estorilho Baganha, realizou a abertura das atividades acadêmicas. Em seguida, o discurso do Diretor do IBEx, Coronel Farmacêutico Alberto Magno Lobo Colares, destacou o longo caminho percorrido, desde a construção da proposta do curso passando pela aprovação do Exército e da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), culminando no dia de hoje.



O Chefe da Divisão de Ensino, Pesquisa e Biodefesa e Pró-Reitor do Programa de Pós-Graduação e Pesquisa, Tenente-Coronel Marcos Dornelas Ribeiro, ministrou a aula inaugural para os alunos e convidados, com o tema “O IBEx e o seu papel na Defesa Biológica”, ressaltando a importância da defesa biológica em todos os níveis, exemplificando com os diversos cenários ocorridos mundialmente.

O mestrado obteve reconhecimento como Programa de Pós-Graduação stricto sensu, pela CAPES, em abril de 2017 e, paralelamente, foi submetida a proposta do curso aos órgãos competentes do Exército, para a criação do curso na Força. Finalmente, em dezembro de 2020, foram publicadas as Portarias nº 277 e 278, do Estado-Maior do Exército, estabelecendo, respectivamente, a criação e as condições de funcionamento do Mestrado Acadêmico em Defesa Biológica do IBEx.

Mestrado

O mestrado possui caráter multidisciplinar, incluindo, no seu universo de seleção, oficiais de carreira do Exército, integrantes do Serviço de Saúde como médicos, farmacêuticos e dentistas, e do Quadro Complementar de Oficiais das áreas de veterinária, enfermagem e magistério (biólogo), no posto de major e capitão.

O curso tem duração máxima de 24 meses e conta, inicialmente, com a participação de seis mestrandos, pertencentes ao Exército Brasileiro. O objetivo do curso é ampliar a qualificação profissional dos concludentes para ocupar cargos e desempenhar funções relacionadas ao magistério superior e às pesquisas tecnológicas e científicas, inerentes à defesa biológica.

Presenças

Prestigiaram o evento o Vice-Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército (DECEx), General de Divisão Maurílio Miranda Netto Ribeiro, o Chefe do Departamento de Ensino e Pesquisa do Hospital Central do Exército e Coordenador do ProCapSau/1ª RM, General Brigada R/1 Ivan da Costa Garcez Sobrinho, e o Assessor de Doutrina do DECEx, General Brigada Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 28 JAN, 16:50

MAIS LIDAS

DQBRN