COBERTURA ESPECIAL - Doutrina Militar - Terrestre

22 de Outubro, 2021 - 10:10 ( Brasília )

10ª Brigada de Infantaria Motorizada é certificada como Força de Prontidão


No período de 10 a 15 de outubro, a 10ª Brigada de Infantaria Motorizada (10ª Bda Inf Mtz) realizou a fase da simulação viva da certificação da Força de Prontidão (FORPRON) da Força-Tarefa do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado (FT 71º BI Mtz). Com isso, conquistou sua certificação no Sistema de Prontidão (SISPRON) operacional do Exército Brasileiro.

Metodologia

A 10ª Bda Inf Mtz foi submetida a metodologia para compor o SISPRON, que prevê um ciclo que gira em torno de 12 meses, dividido em três fases: preparação, certificação e prontidão.

Na fase de preparação, com duração de três meses, os efetivos selecionados, todos profissionais, são submetidos a uma sequência de instruções, como a realização de todas as séries de tiro individual e com armamentos coletivos, o adestramento enquadrado em uma fração singular ou em um sistema de armas, o reforço no treinamento físico militar e a reciclagem de instruções básicas (primeiros socorros, orientação, camuflagem), entre outras. Após a conclusão desse período, as tropas estão aptas para a fase seguinte.

A fase de certificação foi subdividida em três subfases. Na primeira, a simulação construtiva, também chamada de "jogo de guerra", com duração de uma semana, ocorreu o exercício de certificação do estado-maior da brigada e de suas organizações militares em Recife, e também no Centro de Adestramento-Leste (CA-Leste).

 

Na oportunidade, o comandante da brigada e os comandantes de unidades, com seus respectivos estados-maiores, foram submetidos a um exaustivo processo de verificação da adequação de suas manobras, planejadas para uma missão de combate específica. Dessa forma, o planejamento e a tomada de decisões no nível grande unidade e unidade foram postos à prova.

Na segunda subfase, a simulação virtual, ocorrida no 71º BI Mtz, em Garanhuns, entre os dias 4 e 8 de outubro, os comandantes das pequenas frações realizaram treinamentos e ensaios das ações táticas de modo virtual. Na terceira subfase, a simulação viva, que se iniciou com um apronto operacional no dia 11 de outubro, no 71º BI Mtz, a FT 71º BI Mtz seguiu para o exercício de campanha no município de Correntes, região agreste pernambucana.

Naquela região, a tropa realizou diversas ações táticas de ataque e defesa contra uma força oponente, em um contexto de operações de Defesa da Pátria. Os comandantes das frações foram arbitrados por observadores e controladores de adestramento, auxiliados pelo uso do Dispositivo de Simulação de Engajamento Tático (DSET), o que trouxe um verdadeiro ganho para o adestramento da tropa, graças ao realismo proporcionado por esse equipamento. Essa última fase finalizou em 15 de outubro, com a realização da análise pós-ação, no auditório do 71º BI Mtz.

 

Ao término da fase de certificação, a tropa é considerada certificada e entra na fase da prontidão operacional. Nessa fase, a FT 71º BI Mtz realizará a capacitação tática e técnica do efetivo profissional e a manutenção de padrões até que haja o acionamento para emprego real ou o treinamento para verificação do estado de prontidão.

Esse treinamento está previsto para ocorrer por ocasião da Operação Carcará XVI, no período de 25 de outubro a 3 de novembro, na região de Garanhuns (PE). Ao término do período de prontidão da FT 71º BI Mtz, será a vez do ciclo de prontidão do 72º BI Mtz, com a fase de preparação da tropa a partir de maio de 2022.

Força-Tarefa

A Força-Tarefa do 71º Batalhão de Infantaria Motorizado (FT 71º BI Mtz) foi composta por integrantes do 14º Batalhão de Infantaria Motorizado (14º BI Mtz); do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (59º BI Mtz); do 72º Batalhão de Infantaria Motorizado (72º BI Mtz); do 7º Grupo de Artilharia de Campanha (7º GAC); do 14º Batalhão Logístico (14º B Log); do 10º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado (10º Esqd C Mec), reforçado por um pelotão do 16º Regimento de Cavalaria Mecanizado; da 10ª Companhia de Engenharia de Combate (10ª Cia E Cmb); da 7ª Companhia de Comunicações (7ª Cia Com); da Companhia de Comando da 10ª Bda Inf Mtz  e do 10º Pelotão de Polícia do Exército (10º Pel PE).


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerras Híbridas Latinas

Guerras Híbridas Latinas

Última atualização 01 DEZ, 00:40

MAIS LIDAS

Doutrina Militar