COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Segurança

25 de Outubro, 2021 - 10:30 ( Brasília )

Microsoft diz que ataque contra centenas de redes dos EUA partiu de agência russa


A agência com sede na Rússia por trás do ataque digital maciço ocorrido contra a SolarWinds no ano passado teve como alvo centenas de outras empresas e organizações em sua última onda de ataques a sistemas de computador baseados nos Estados Unidos, disse a Microsoft.

A companhia publicou no domingo que a última onda de ataques da Nobelium tinha como alvo "revendedores e outros provedores de serviços de tecnologia" de computação em nuvem. Estas invasões de sistemas foram parte de uma campanha mais ampla durante meados do ano, disse a Microsoft, acrescentando que notificou 609 clientes entre 1º de julho e 19 de outubro que eles foram atacados.

Apenas uma pequena porcentagem das últimas tentativas foram bem-sucedidas, disse a Microsoft ao jornal New York Times.

Funcionários do governo dos EUA confirmaram ao jornal que a operação estava em andamento, com uma fonte de alto escalão chamando-a de "operações simples e sem sofisticação que poderiam ter sido evitadas se os provedores de serviço de computação em nuvem tivessem implementado práticas básicas de segurança".

"Esta atividade recente é outro indicador de que a Rússia está tentando obter acesso sistemático de longo prazo a uma variedade de pontos na cadeia de fornecimento de tecnologia e estabelecer um mecanismo para vigiar - agora ou no futuro - alvos de interesse do governo russo”, escreveu a Microsoft.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Pacífico

Pacífico

Última atualização 01 DEZ, 09:09

MAIS LIDAS

Cyberwar