COBERTURA ESPECIAL - Cyberwar - Tecnologia

30 de Setembro, 2020 - 10:20 ( Brasília )

Infovia Brasil revoluciona comunicação de dados no governo

Secretaria do Governo Digital firma Acordo de Cooperação Técnica com Serpro para utilização da rede na Administração Pública Federal

Secretaria do Governo Digital (SGD) firmou um Acordo de Cooperação Técnica com o Serpro para o projeto Infovia Brasil, que prevê a utilização da rede de comunicação de dados por órgãos da Administração Pública Federal. O objetivo do acordo é oferecer uma rede de comunicação de alta velocidade com capacidade de transportar dados, voz e imagens para atender às necessidades de interligação entre os órgãos, com elevado padrão de qualidade, para disseminação de informações e acesso aos serviços de governo eletrônico. 

“O acordo prevê a gestão, manutenção e expansão do backbone, dos acessos e dos serviços da infraestrutura das redes óticas denominadas Infovia Brasília e Infovia Estadual, destinada ao atendimento dos órgãos e entidades da Administração Pública do Distrito Federal e estados. Além disso, possibilita a interligação, segura e com alto padrão de qualidade, entre as unidades administrativas em cada órgão participante, entre os órgãos participantes e, ainda, entre cada órgão participante e seus provedores de serviços”, explicou o chefe da Divisão de Produção do Serviço Infovia do Serpro, Leandro de Almeida Bittencourt.

De acordo com Leandro, a Infovia Brasil atende, atualmente, a mais de 80 órgãos do Executivo, Legislativo e Judiciário Federal, além do Governo do Distrito Federal. “São clientes que se utilizam da rede para tráfego de dados de alta criticidade e, por isso, exigem alta disponibilidade do serviço. O serviço Infovia está disponível em Brasília, Cuiabá, Porto Alegre, Pelotas, Santa Catarina,  Boa Vista, Macapá, Natal, Rio Branco e Salvador”, acrescenta Bittencourt.

O Serpro é responsável pela operação comercial e técnica das redes Infovias, além da prospecção e implantação de novas redes metropolitanas no Brasil. “As redes Infovias possuem um importante papel de integração de entidades públicas, soluções digitais e centro de dados, incluindo a nuvem Serpro. As redes Infovias trazem benefícios para o Serpro no papel de integrador de soluções digitais ou como potencializador das atuais soluções através da oferta de maior segurança, disponibilidade de banda e menor tempo de resposta aos seus clientes do mercado privado. Para a meta estratégica de conectividade em âmbito nacional, a expansão das redes metropolitanas Infovia é de suma importância para atingimento desse objetivo", destacou o chefe da Divisão de Planejamento e Execução de Infraestrutura de Rede de Longa Distância e Infovia do Serpro, Moises Simões Seabra Resende.

A meta do Serpro é de continuar expandindo as redes metropolitanas por todo o Brasil, principalmente por meio de parcerias com entes públicos, compartilhando, assim, os benefícios e custos de infraestrutura. "Neste momento, estamos construindo a rede Infovia São Paulo, com previsão de conclusão da primeira etapa em julho de 2021. Ademais, estamos em negociação de parcerias em Belo Horizonte, Vitória, Goiânia, Curitiba, Porto Alegre e no estado do Pará para concepção de novas redes metropolitanas”, informa Moises.

Infovia Brasil

Iniciada em 2015, a Infovia Brasil é uma infraestrutura de rede óptica metropolitana de comunicações criada para atender aos órgãos de governo situados em diversas cidades do Brasil. A infraestrutura foi construída para fornecer um conjunto de serviços e funcionalidades em ambiente seguro, de alta performance e alta disponibilidade. Além dos serviços básicos de transporte de informações, a Infovia permite acesso à Internet e integra serviços e soluções digitais do Serpro, como hosting, colocation, acesso à nuvem, soluções de segurança, videoconferência e telefonia IP.

É objetivo das redes Infovias a racionalização e redução de custos com telecomunicações, fornecimento de serviços com elevados requisitos de qualidade e disponibilidade, implantação de rede multisserviços de uso da Administração Pública e melhoria da confiabilidade e segurança das informações governamentais que trafegam nas redes e desenvolvimento e implantação de novos serviços, bem como atendimento tempestivo às demandas dos órgãos participantes.

Desafios

Para Leandro Bittencourt, o maior desafio atualmente é a integração dessas redes com o Backbone Serpro, de forma a ter um produto integrado de conectividade em âmbito nacional. "Estamos trabalhando atualmente nesse projeto, em busca de uma solução custo-efetiva e com as características de desempenho, segurança e qualidade que temos nas atuais redes metropolitanas. O serviço encontra-se em operação comercial em Brasília, Cuiabá, Porto Alegre, Pelotas/RS e Santa Catarina. Jé em Boa Vista, Macapá, Natal, Rio Branco e Salvador são redes construídas e tecnicamente implementadas, porém dependem da obtenção de inscrição estadual para iniciar operação comercial”.

Além da questão da inscrição estadual, para cada rede prospectada, é feita análise de viabilidade econômica, considerando o dispêndio com telecomunicações versus os custos para implantação e operação de redes Infovias. Por isso, estamos sempre em busca de parcerias com entes governamentais como prefeituras, empresas públicas de processamento de dados, universidades e outros para uso compartilhado de infraestrutura existentes. Neste modelo, o Governo economiza, evitando investimentos duplicados, pois há uso compartilhado de infraestrutura e há uma relação de interesse mútuo com a participação do Serpro na expansão e manutenção de redes, cessão de serviços ou mesmo assinatura de contrato com o parceiro", pontua Leandro.