COBERTURA ESPECIAL - Crise - Geopolítica

01 de Novembro, 2019 - 15:00 ( Brasília )

Turquia e Rússia iniciam patrulhas conjuntas no nordeste da Síria


Tropas da Turquia e da Rússia iniciaram suas primeiras patrulhas terrestres conjuntas no nordeste da Síria nesta sexta-feira, conforme um acordo entre os dois países que expulsou uma milícia curda de um território próximo da fronteira turca.

A Turquia e rebeldes sírios aliados lançaram uma ofensiva na fronteira contra a milícia curda YPG no dia 9 de outubro, capturando 120 quilômetros de terras ao longo da divisa.

Na semana passada, Ancara e Moscou concordaram em retirar os combatentes da milícia de uma área de ao menos 30 quilômetros ao sul da fronteira, e a Rússia disse à Turquia que a YPG deixou essa faixa de terra.

Veículos blindados turcos percorreram estradas do interior através da fronteira para se unirem aos seus colegas russos nesta sexta-feira, de acordo com filmagens da Reuters Television feitas do lado turco da divisa.

Unidades terrestres e aéreas se envolveram na patrulha na área da cidade síria fronteiriça de Darbasiya, informou o Ministério da Defesa turco no Twitter, mostrando fotos de soldados estudando um mapa e de quatro veículos blindados.

A patrulha conjunta com policiais militares russos, que consiste de nove veículos militares, no trecho de 110 quilômetros estava começando em Darbasiya e rumando a oeste ao longo da fronteira, disse o Ministério da Defesa russo.

De madrugada, o Ministério da Defesa turco disse que a Turquia entregou aos russos 18 homens que foram detidos na Síria perto da divisa turca nesta semana, que se acredita serem soldados do governo sírio, e que a ação foi coordenada com Moscou, mas não informou a quem foram entregues.

Na quarta-feira, o presidente Tayyip Erdogan disse que a Turquia tinha informações de que a YPG, que Ancara vê como uma organização terrorista por causa de seus laços com militantes curdos que mantém uma insurgência no sudeste turco, não finalizou sua retirada.



Outras coberturas especiais


Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Pensando o Estado Nacional Brasileiro

Última atualização 05 AGO, 15:50

MAIS LIDAS

Crise