COBERTURA ESPECIAL - Cuidando da Nossa Gente - Naval

03 de Março, 2022 - 10:00 ( Brasília )

Marinha completa duas semanas apoiando a população de Petrópolis


Após completar mais de duas semanas de atividades, a Marinha do Brasil (MB), além de dar continuidade ao atendimento por meio do seu Hospital de Campanha (HCmp), vem dando ênfase em ações de transporte de doações, assistência religiosa e ações cívico-sociais (ACISO).

Até o momento, foram mais de 1700 atendimentos me?dicos realizados no HCmp. A operação já contou com mais de 370 militares envolvidos em diversas ações na cidade de Petrópolis. Um dos principais marcos dessa missão foi a pronta-resposta da Força, que desde as primeiras horas após as fortes chuvas, já estava presente na cidade da Região Serrana.

A prontidão operativa decorreu da rápida mobilização dos diversos setores da Marinha, ao colocar seus meios e estruturas apoiando o Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais - PETRÓPOLIS.

A Marinha deslocou para a cidade um helicóptero SH-16 (Seahawk), um UH-15 (Super Cougar) e um UH-12 (Esquilo), que foram fundamentais para missões como, por exemplo, o transporte de gerador de energia para o parque de antenas localizado no Morro do Morin, cujo acesso por terra estava bloqueado pelos deslizamentos.

A fase de conclusa?o das ac?o?es da MB na cidade segue ate? a pro?xima sexta- feira (4). O cronograma da semana prossegue com atividades de desobstruc?a?o de vias, limpeza de a?reas urbanas, assistência religiosa, ACISO, logi?stica no transporte de doações e atendimentos no HCmp.


Hospital de Campanha



O HCmp, na fase inicial, funcionou como um posto de sau?de avanc?ado, de triagem e atendimento de baixa complexidade a?s vi?timas do desastre. Nesta u?ltima semana, a procura pelos servic?os de sau?de se deu, tambe?m, pelos pacientes que foram impactados de forma mais indireta pela trage?dia.

O Diretor do Centro de Medicina Operativa da Marinha, Capita?o de Mar e Guerra Me?dico Kleber Coelho de Moraes Ricciardi, explica como se da? essa fase final: "Nessa segunda etapa, fizemos o acolhimento e atendimento de casos mais leves nas diversas especialidades: cli?nico, ortope?dico, pedia?trico, ale?m de emerge?ncias odontolo?gicas.

E ate? mesmo, a entrega de medicamentos para doenc?as cro?nicas, como hipertensa?o e diabetes”. O funcionamento do HCmp, montado no SESI Petro?polis, permanece das 8h a?s 18h ate? a sexta-feira (4), com as instalac?o?es ambulatoriais e de UTI.


VEJA MAIS