COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Rússia - Geopolítica

18 de Fevereiro, 2022 - 09:55 ( Brasília )

BR-RU - Consultas 2+2 em Defesa, a perspectiva inicial

Consultas entre os chefes de política externa e ministérios da defesa da Rússia e do Brasil foram realizadas em Moscou no formato 2+2

Documentos

BR-RU - Comunicado Conjunto do Presidente da República Federativa do Brasil, Jair Messias Bolsonaro, e do Presidente da Federação da Rússia, Vladimir Putin
https://www.defesanet.com.br/br_ru/noticia/43640/BR-RU---Comunicado-Conjunto-do-Presidente-da-Republica-Federativa-do-Brasil--Jair-Messias-Bolsonaro--e-do-Presidente-da-Federacao-da-Russia--Vladimir-Putin/

BR-RU - Declarações à imprensa após conversas russo-brasileiras
https://www.defesanet.com.br/br_ru/noticia/43643/BR-RU---Declaracoes-a-imprensa-apos-conversas-russo-brasileiras/

BR-RU - Declarações à imprensa após conversas russo-brasileiras
https://www.defesanet.com.br/br_ru/noticia/43643/BR-RU---Declaracoes-a-imprensa-apos-conversas-russo-brasileiras/

BR-RU - Consultas 2+2 em Defesa, a perspectiva inicial
https://www.defesanet.com.br/br_ru/noticia/43651/BR-RU----Consultas-2%2B2-em-Defesa--a-perspectiva-inicial/

Artigo

BR-RU - Diálogo político-militar Brasil-Rússia reforça mudança estratégica global
Lorenzo Carrasco e Geraldo Lino – MSiA
https://www.defesanet.com.br/br_ru/noticia/43644/BR-RU---Dialogo-politico-militar-Brasil-Russia-reforca-mudanca-estrategica-global/

Redação DefesaNet

Poucas informações têm sido liberadas  sobre o inovador processo de Consultas entre os Chefes de política externa e Ministérios da Defesa da Rússia e do Brasil foram realizadas no formato 2+2.


Ministério da Defesa Rússia

O ministério da Defesa da Rússia publicou uma fala do Gen Ex Shoigu:
 
Brasil é o parceiro estratégico da Rússia na América Latina. “O diálogo entre os Departamentos de Defesa dos dois países contribuirá para fortalecer a estabilidade na região”, disse durante as consultas dos chefes de política externa e departamentos de defesa da Rússia e do Brasil no formato "2 + 2" em Moscou, o ministro da Defesa da Federação Russa, General do Exército Sergei Shoigu.

“O Brasil é um importante parceiro estratégico da Rússia na América Latina. Estou convencido de que o diálogo entre os ministérios de política externa e defesa de nossos países servirá para fortalecer a segurança e a estabilidade na região”, disse o ministro da Defesa russo.

O General do Exército Sergey Shoigu também destacou que a cooperação no campo militar e técnico-militar contribui para o desenvolvimento dinâmico das relações entre a Rússia e o Brasil.



Reunião entre os Chanceleres França e Lavrov e os Ministros da Defesa Braga Netto e Shoigu

Nota DefesaNet

 

Participaram dos encontros 2+2 os Chanceleres Carlos Alberto Franco França e Sergey Lavrov e os Ministros da Defesa  Braga Netto e Sergey Shoygu.

Algumas informações gerais sobre o foco do 2+2 foram divulgadas e coletadas no Comunicado Conjunto e pelos chanceleres.

Um dos resultados da visita de Bolsonaro a Moscou seria a produção de equipamentos militares de alta tecnologia russa em solo brasileiro.Uma comissão foi criada para avaliar esses projetos com o Ministério da Defesa. Segundo a revista Veja. O Chanceler França colocou o assunto em uma posição mais preliminar

A experiência indica que estes proccessos por parte dos russos são extremamente complexos e de difícil realização.

 





No Comunicado Conjunto a referência ao assunto:

“Os Presidentes discutiram as perspectivas de fortalecimento da cooperação e intercâmbio militar bilateral. Registraram a primeira edição da Reunião de Consultas em Relações Exteriores e Defesa, no formato 2+2, em nível ministerial, ocorrida no quadro da visita oficial do Senhor Presidente da República, Jair Bolsonaro, a Moscou.”

Maiores deatlhes foram dados pelos Chanceleres França e Lavrov na coletiva de imprensa:
 

 

“Os ministros mantiveram a primeira sessão do diálogo político-militar Brasil-Rússia no formato 2+2, que reflete a elevada maturidade das relações que o Brasil mantém com a Federação da Rússia. Essa maturidade se reflete na possibilidade de aprofundarmos nossa parceria estratégica, de acordo com princípios comuns como "soberania, direitos humanos e não-intervenção.

Queremos trabalhar junto com a Rússia na formação de uma ordem internacional multipolar", disse o chanceler brasileiro.


"Discutimos com ministros Sergey Lavrov e Sergey Shoigu basicamente três pontos. Em primeiro lugar, discutimos os parâmetros para implementar a parceria estratégica Brasil-Rússia no campo da pesquisa e desenvolvimento de projetos comuns na área da defesa", disse o ministro França durante a coletiva de imprensa.

Os ministros trataram também de temas da conjuntura internacional, sobretudo nas regiões dos respetivos países, e também abordaram as questões relacionadas ao Conselho de Segurança das Nações Unidas.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 06 JUL, 11:50

MAIS LIDAS

Brasil - Rússia