COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Paraguay - Terrestre

26 de Março, 2021 - 10:50 ( Brasília )

Exército apreende R$ 5 milhões em produtos ilegais no oeste do Paraná


A presença de militares e de integrantes dos órgãos de segurança pública e de fiscalização é diária na Faixa de Fronteira. Para intensificar as ações de patrulhamento e controle de rodovias e rios na região oeste do Paraná, o Comando da 5ª Divisão de Exército (5ª DE) coordenou a realização da Operação Ágata, entre os dias 12 e 21 de março.

Com o emprego de 800 militares, houve uma intensificação de ações preventivas e repressivas pontuais que resultaram em mais de R$ 5 milhões em apreensões, entre produtos originários do tráfico, contrabando e descaminho. O volume maior de apreensões foi de cigarros, material eletrônico e drogas.

Durante a operação realizada em março, a 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada (15ª Bda Inf Mec) teve o papel de operacionalizar a ação das tropas. Foram 695 ações, realizadas 24 horas por dia, entre patrulhas motorizadas, a pé, fluviais e postos de bloqueio. As atividades foram realizadas por militares deslocados de várias regiões do Paraná e de Santa Catarina e pelos que já atuam nas regiões de fronteira do estado.

De acordo com o Comandante da 5ª DE, General de Divisão Carlos José Russo Assumpção Penteado, em dois anos de intensificação das ações em massa, já foi barrado o movimento de 300 barcos por noite no Rio Paraná e no Lago de Itaipu, o que reflete diretamente na diminuição da criminalidade. “Com a nossa presença, as ações criminosas estão diminuindo e a sensação de presença de um Estado atuante sendo percebida pela sociedade local”, afirmou o general.  

Operação Ágata

Desde 2011, o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA) coordena uma ação de grande escala com o objetivo de fortalecer a segurança dos quase 17 mil quilômetros de fronteiras terrestres do Brasil. A Operação Ágata integra o Plano Estratégico de Fronteiras (PEF) do Governo Federal, criado para prevenir e reprimir a ação de criminosos na divisa do Brasil com dez países sul-americanos. No ano passado, somente as apreensões realizadas pelo Exército na Operação Ágata resultaram em R$140 milhões em material apreendido.

Fonte: 5ª Divisão de Exército

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Intel

Intel

Última atualização 19 OUT, 18:00

MAIS LIDAS

Brasil - Paraguay