COBERTURA ESPECIAL - Brasil - Arábia - Aviação

15 de Fevereiro, 2020 - 12:45 ( Brasília )

Exclusivo – Os Mi-35 da FAB podem estar a Caminho de Benghazi

Publicação francesa Intelligence Online dá nota que os helicópteros AH-2 Sabre (Mi-35) podem estar sendo vendidos para a Líbia em uma operação triangular com os Emirados Árabes Unidos


Redação DefesaNet

 
Segundo a publicação francesa Intelligence Online, em informe datado, de 12FEV2020, está em negociação uma operação triangular para que as forças do General Khalifa Haftar (Libyan National Army), recebam um número não especificado dos helicópteros russos Mi-35 (AH-2 Sabre), operados pela Força Aérea Brasileira.



10 helicóteros de ataque AH-2 Sabre (MI-35) do Esquadrão Poti (2º/8º GAV), em 2015

A nota fala nos mais antigos, provavelmente pode ser os seis primeiros Mi-35, que vieram dos estoques da Federação Russa. As aeronaves foram recebidas para equilibrar a balança comercial entre os dois países, amplamente favorável ao Brasil pela exportação de commodities agrícolas. Foram recebidos em linhas gerais dois lotes de 6 helicópteros cada e são operados pelo Esquadrão Poti (2º/8º GAV), baseado em Porto Velho, Rondônia, pela nova denominação ALA6.   



A operação seria conduzida pela Corporação russa  Rosoboronexport e financiada de forma generosa pelos Emirados Árabes.

O general rebelde tem adquirido grande lote de material militar na sua luta contra o rival Governo de Trípoli. Recentemente foi adquirida uma frota de drones chineses CH-4 da Força Aérea da Jordânia.

A negociação pode ser de interesse da FAB em se ver livre do Mi-35 que sofrem com um apoio logístico deficiente por parte da Rússia. E um custo operacional muito alto. Para os líbios e russos o interesse é que a parte de manutenimento da FAB é excelente o que possibilitaria coloca-los em capacidade operacional em curto espaço de tempo.

Porém, mesmo com uma disponibilidade operacional baixa, devido a crônica falta de peças, eles são os únicos helicópteros de ataque do Inventário Militar do Brasil.

Além da complexidade da concretização do negócio, visto as relações internacionais e comerciais envolvidas (Observar que os motores dos Mi-35 da FAB são produzidos pela Motor Simch da Ucrânia). A perda de uma plataforma como o Mi-35 (mesmo com a incerteza da disponibilidade), pode bloquear a negociação.

O governo brasileiro formalizou, em 13FEV2020, com a publicação no Diário Oficial, Acordo de Parceria Estratégica com os Emirados Árabes Unidos (ver BR-EAU - Brasil e Emirados Árabes Unidos firmam acordo de parceria estratégica Link).

Este acordo prevê em vários artigos a possibilidade legal de abrigar uma negociação como esta anunciada pela publicação francesa.




O presidente Jair Bolsonaro e o xeique Mohammed bin Zayed Al Nahyan, príncipe de Abu Dhabi, concordaram em expandir o comércio entre Brasil e os Emirados Árabes Unidos e ampliar parcerias envolvendo fundos de investimentos em setores como agronegócio, infraestrutura, energia e defesa, de acordo com declaração conjunta divulgada neste domingo. Os países assinaram acordos nos campos de inteligência artificial, meio ambiente, defesa, comércio e cooperação aduaneira. Outubro 2019


A alternativa de os helicópteros Mi-35, que forem repassados para o LNA  serem substituídos na FAB, por mais modernos, financiados pelos Emirados / Rússia é incerto nas atuais condições geopolíticas em especial da América Latina.

Nota DefesaNet

Na FAB os AH-2 Sabre realizam missões inéditas, graças a sua grande velocidade conseguem relizar interceptações de aeronave a baixa altura.

ÁGATA 7- AH-2 Sabre Intercepta aeronave em Porto Velho (RO)

Incrível missão de um AH-2 Sabre (Mi35) na interceptação de uma aeronave durante a Operação Ágata 7

23 Maio 2013 FAB DefesaNet Link
 


 


O Esquadrão Poti (2º/8º GAV) encerrou na quarta-feira (07OUT2015) o Exercício Operacional Zarabatana VI após 17 dias de atividades no estande de tiros do Campo de Provas Brigadeiro Velloso (CPBV). Os militares empregaram pela primeira vez os armamentos reais míssil, canhão e foguete. A unidade aérea também realizou a manutenção operacional dos seus pilotos em todas as modalidades de emprego armado.
Nota DefesaNet - Neste exercício a FAB consehuiu colocar 10 helicópteros AH-2 Sabre voando


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Guerra Informação e Híbrida

Guerra Informação e Híbrida

Última atualização 28 SET, 14:00

MAIS LIDAS

Brasil - Arábia