COBERTURA ESPECIAL - Base Industrial Defesa - Armas

10 de Dezembro, 2020 - 08:08 ( Brasília )

Comunicado SIMDE - Decisão do governo brasileiro de zerar as alíquotas dos impostos de importação de armas


A decisão do governo brasileiro de zerar as alíquotas dos impostos de importação de armas e revólveres surpreende a Indústria Nacional de Materiais de Defesa e Segurança, na medida que não preserva os empregos da indústria, não atrai investimentos para instalação local de fábricas e não estimula o desenvolvimento local.

A Base Industrial de Defesa e Segurança do Brasil é responsável por movimentar quase 4% do PIB do país, gerar mais de 1 milhão de empregos diretos e indiretos com salários acima da média nacional e exporta para mais de 100 países estrangeiros.

Além disso, muitas das indústrias nacionais de defesa e segurança são líderes de mercado e reconhecidas em qualquer lugar do planeta. A decisão de zerar as alíquotas de importação de produtos de defesa e segurança confere tratamento não isonômico ao mercado, na medida que os produtos nacionais continuam pagando elevados impostos. Esta realidade aponta para o caminho da desindustrialização do país.

As indústrias agora passam a considerar fortemente em todos os cenários de seus planejamentos transferir no todo ou em parte suas linhas de produção para países estrangeiros, de onde poderão vender seus produtos para o Brasil de forma mais barata.

A ação de zerar a alíquota de importação de revólveres e pistolas, se pretendeu facilitar a aquisição de armas no Brasil, acabará por reduzir empregos, gerar menos divisas, diminuir o investimento em tecnologia e transferir indústrias para o exterior.

O SIMDE continuará buscando interlocução qualificada nos mais altos níveis do Governo e do Congresso Nacional de forma a demonstrar que a competitividade econômica só acontece em cenários de isonomia e tratamento justo, sem privilégios.

Por isso propomos a revisão desta medida ou uma verdadeira agenda nacional pela isonomia, com envolvimento do Governo Federal e Governos Estaduais, para isentar os impostos também da indústria nacional, assegurando assim igualdade de competição.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Task Force Brazil

Task Force Brazil

Última atualização 15 ABR, 14:25

MAIS LIDAS

Base Industrial Defesa