COBERTURA ESPECIAL - Bicentenário - Naval

13 de Fevereiro, 2022 - 19:20 ( Brasília )

Velas Latinoamerica 2022




Neste domingo (13FEV2022), a Marinha do Brasil (MB) presenteou os cariocas com um desfile naval que marcou a abertura do evento Velas Latinoamerica 2022. Os cidadãos que saíram de casa para ir à praia foram surpreendidos com o que viram. Entre 8h e 12h deste domingo, sete grandes veleiros da Argentina, Brasil, Equador, Peru, Uruguai e Colômbia percorreram as praias da Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema e Copacabana.

A médica Rita Vilela, que apreciou o desfile da praia de Copacabana, agradeceu aos organizadores da regata internacional pelo presente antecipado. "Eu vim caminhar e me deparei com essa surpresa linda. Vi cada veleiro maravilhoso. O Brasil está de parabéns em organizar esse evento."

 O aposentado Alvanir Bezerra de Carvalho se sentiu prestigiado por poder conhecer melhor os veleiros do Brasil e dos países da América Latina. "Ver navio à vela é a coisa mais bonita que tem. Além de que há também no desfile um navio da Marinha e eu quero prestigiar a nossa Armada."

 A emoção também foi grande para quem estava a bordo dos veleiros. O Comandante do Navio-Veleiro “Cisne Branco”, Capitão de Mar e Guerra Marcos André, descreveu o que sentiu no momento em que cruzou a orla carioca. "Foi uma imensa alegria participar do desfile naval com a população nos assistindo das praias. É uma satisfação ver as pessoas da perspectiva do navio. Pudemos fazer uma navegação bem perto do litoral. É o primeiro evento da grande comemoração que é os 200 anos da Independência do Brasil".

Marinhas Amigas da América Latina

O Comandante da Marinha do Uruguai, Almirante Jorge Wilson, acompanhou o desfile da Escola Naval (EN), primeira instituição de ensino superior do Brasil, onde são formados os oficiais da Armada, do Corpo de Fuzileiros Navais e do Corpo de Intendentes da MB. Ele aproveitou o momento para lembrar dos laços de amizade que possui com a Marinha do Brasil. "O Uruguai está participando com o veleiro "Capitán Miranda". Fomos muito bem recebidos, como sempre acontece. Estamos muito agradecidos por esse convite da Marinha do Brasil e do povo brasileiro."

 O Comandante da Marinha da Argentina, Almirante de Esquadra Julio Guardia, que também assistiu ao desfile da EN, destacou que está feliz por poder participar do primeiro grande evento dos 200 anos da independência brasileira."O evento está sendo um grande sucesso. Para nós é uma grande honra estarmos aqui com dois navios: a "Fragata Libertad” e veleiro “Bernardo Houssay”, da Prefeitura Naval da Argentina. Os navios da América Latina estão acompanhando as comemorações do Bicentenário do Brasil."

200 anos da Independência do Brasil

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, não pôde participar do evento no Rio de Janeiro, mas fez questão de gravar uma mensagem que foi exibida na Escola Naval.

"Neste ano, comemoramos 200 anos da nossa Independência. Reconhecendo a importância da nossa Marinha nesse processo, organizamos o Velas Latinoamerica 2022, como parte das comemorações pelo Bicentenário. É uma grande satisfação ser o país anfitrião desse encontro internacional de grandes veleiros da América Latina, que tem o objetivo de fortalecer os laços de amizade entre nossas nações. Aproveitem esse grande evento e conheçam um pouco mais sobre a nossa Pátria amada Brasil."

 O Comandante da Marinha do Brasil, Almirante de Esquadra Almir Garnier Santos, resgatou fatos históricos para lembrar o quanto a Marinha do Brasil foi importante para a nossa Independência. "Após o Grito do Ipiranga, a Marinha do Brasil, por meio da então recém-criada Armada Imperial, teve participação decisiva nos episódios que culminaram com a Independência do Brasil, combatendo no mar os principais focos de resistência à nossa soberania e liberdade."

O evento

A etapa brasileira se iniciou hoje com o Desfile Naval dos navios participantes, que percorreram a orla carioca e desfilaram pelas praias da Barra da Tijuca, São Conrado, Leblon, Ipanema, Copacabana.

 Em prol do meio ambiente, os tripulantes dos navios participarão de uma “Jornada Ecológica” no dia 16 de fevereiro, de modo a contribuir com a limpeza das águas (Regata Ecológica) e das praias (“Clean Up Day”) de Baía da Guanabara.
 
As atividades se encerrarão no dia 20, com o Desfile Naval de despedida, quando os navios seguirão para o próximo destino, em Montevidéu, no Uruguai. Durante o evento náutico, ao longo de quatro meses, os navios veleiros visitarão importantes cidades e portos do Brasil, Uruguai, Argentina, Chile, Peru, Equador, Panamá, Colômbia, República Dominicana, Curaçao e México.







































VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


TOA

TOA

Última atualização 09 AGO, 12:00

MAIS LIDAS

Bicentenário