COBERTURA ESPECIAL - Boeing Brasil - Aviação

23 de Dezembro, 2019 - 16:32 ( Brasília )

Crise 737MAX: BOEING anuncia mudanças na liderança

Nova liderança vai reiterar o compromisso com a transparência e uma melhor comunicação com agências reguladoras e clientes para retomada da operação do 737 MAX com segurança

 

Nova liderança vai reiterar o compromisso com a transparência e uma melhor comunicação com agências reguladoras e clientes para retomada da operação do 737 MAX com segurança

A Boeing anunciou, hoje 23DEZ2019, que seu Conselho de Administração nomeou o atual Chairman, David L. Calhoun, como CEO e Presidente, a partir de 13 de janeiro de 2020. Calhoun continuará como membro do Conselho. Além disso, o membro do Conselho, Lawrence W. Kellner será Chairman não executivo do colegiado, com vigência imediata.




David L. Calhoun nomeado Presidente e CEO

 

A Companhia também anunciou que Dennis A. Muilenburg renunciou a seus cargos de CEO e diretor do Conselho, com efeito imediato.  O Diretor Financeiro da Boeing, Greg Smith, atuará como CEO interino durante o breve período de transição, enquanto Calhoun encerra seus compromissos fora da Boeing.

O Conselho de Administração decidiu que uma mudança de liderança era necessária para restabelecer a confiança na empresa no futuro, enquanto ela trabalha para restaurar o relacionamento com agências reguladoras, clientes e todos os demais públicos de interesse.





Lawrence W. Kellner será Chairman do Conselho


Sob a nova liderança da Companhia, a Boeing será comandada com um compromisso reiterado com a total transparência, incluindo uma comunicação eficaz e proativa com a FAA, outras agências reguladoras e seus clientes.

"Em nome de todo o Conselho de Administração, fico contente que Dave concordou em comandar a Boeing neste momento crítico", disse Kellner. Ele acrescentou: "Dave tem uma profunda experiência no setor e um histórico comprovado de sólida liderança, e reconhece os desafios que devemos enfrentar. O Conselho e eu estamos ansiosos para trabalhar com ele e o restante da equipe da Boeing para garantir que hoje seja um marco importante em um novo caminho para a nossa empresa ".

Calhoun disse: "Acredito veementemente no futuro da Boeing e do 737 MAX. É uma honra poder comandar esta grande empresa e os 150.000 colaboradores dedicados que estão trabalhando arduamente para criar o futuro da aviação".


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Dossiê EMBRAER

Dossiê EMBRAER

Última atualização 14 AGO, 15:00

MAIS LIDAS

Boeing Brasil