21 de Janeiro, 2022 - 08:00 ( Brasília )

Aviação

AFA recebe alunos da EPCAR e completa a turma de novos estagiários

Os estagiários provenientes da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) se juntam aos estagiários civis, que ingressaram na semana anterior, advindos do Exame de Admissão aos Cursos de Formação de Oficiais

Major Oliveira Lima

A Academia da Força Aérea (AFA), sediada na cidade de Pirassununga (SP), recebeu, nessa quarta-feira (19/01), os 136 alunos provenientes da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR), localizada na cidade de Barbacena (MG). São 125 Aviadores, sete Intendentes e quatro de Infantaria, que se unem aos estagiários civis recebidos na semana passada, advindos do Exame de Admissão aos Cursos de Formação de Oficiais, completando assim o grupamento de 214 estagiários para o Estágio de Adaptação Militar (EAM) 2022.

A Comandante do Primeiro Esquadrão da AFA, Capitão Intendente Graciella Seibert Lyrio, recepcionou os novos estagiários, demonstrando os princípios básicos desta Academia, como o respeito, a disciplina e a cordialidade. “Este momento representa um novo enfoque na carreira militar dos alunos egressos da EPCAR, pois, aqui na Academia da Força Aérea, eles receberão todo o arcabouço de conhecimento técnico, militar e doutrinário que os tornarão aptos ao oficialato. O EAM proporcionará a integração dos futuros cadetes, de origens e trajetórias distintas, com vistas a se tornarem uma turma com identidade única, alicerçada pelo espírito de corpo”, ressaltou.

Os jovens que ingressaram hoje na AFA para o EAM compartilharam suas expectativas para esse momento tão aguardado. “A expectativa é alta, pois será um novo desafio em nossas vidas, mas será enfrentado com garra e determinação”, disse a estagiária Maria Carolina Araújo Brandão.

Assim como ela, Lucas Meneeghini Tonholo da Silva compartilha do mesmo sentimento. “Com a graça de Deus, tenho certeza de que venceremos mais essa etapa e alcançaremos o objetivo tão almejado de se tornar um Oficial da Força Aérea Brasileira”, complementou o estagiário.

"Estou feliz por deixá-lo em um local muito bom. Tenho a certeza de que será uma experiência incrível para o meu filho. Embora seja triste o momento de despedida, sabemos que o esforço valerá a pena”, disse o senhor Willians Caetano Pereira, pai de um dos estagiários.

Segundo o Comandante do Corpo de Cadetes da Aeronáutica, Coronel Aviador Celso Eurico Fleck, ser militar é um sacerdócio 24 horas por dia. "Hoje, os senhores se juntam aos estagiários civis, que já estão há uma semana se adaptando ao EAM, e é esperado dos senhores o apoio mútuo, pois aqui somos uma família, unindo esforços para conseguir executar a missão de forjar os futuros líderes da Força Aérea Brasileira”, reforçou.

Durante todo o processo, foram reforçados os cuidados para evitar a disseminação do Coronavírus: “Desde a chegada à AFA, os estagiários passaram por uma triagem, cujo protocolo de segurança visava minimizar a propagação da COVID-19. Foi verificada a temperatura corporal, feita uma análise sintomática e o preenchimento de um questionário, respondido previamente via internet”, informou a Segundo-Tenente Enfermeira Fernanda Zumstein Georgetto Baboni, do Esquadrão de Saúde de Pirassununga (ES-YS).

No Estágio de Adaptação Militar, os estagiários começam a jornada para o tão almejado posto de Cadetes do primeiro ano da AFA. Serão 40 dias de entrega e disciplina, que provarão sua resiliência até a cerimônia da entrega de Platinas.