13 de Dezembro, 2021 - 10:20 ( Brasília )

Aviação

Salvaguarda da aviação: Infantaria da Aeronáutica celebra 80 anos

Infantaria da Aeronáutica celebra o octogésimo aniversário no dia 11 de dezembro

Gisele Bastos E Major Bazilius

O trecho da canção revela a missão: “Tu és da Força Aérea Brasileira o fuzil, vigilante, em defesa do Brasil”. Os versos contextualizam a gênese do que é a Infantaria da Aeronáutica que, no dia 11 de dezembro, celebra 80 anos de criação. A cerimônia militar alusiva ao octogésimo aniversário foi realizada na manhã dessa quinta-feira (09), no Rio de Janeiro (RJ).

A solenidade foi presidida pelo Comandante de Preparo (COMPREP), Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida, acompanhado pelo Comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR), Major-Brigadeiro do Ar Luiz Guilherme Silveira de Medeiros, recebidos pelo comandante da Base Aérea do Galeão (BAGL), Coronel Aviador Renato Alves de Oliveira.

Estiveram presentes no evento, ainda, o Diretor do Instituto Histórico-Cultural da Aeronáutica (INCAER), Tenente-Brigadeiro do Ar Rafael Rodrigues Filho; o Subdiretor de Pagamento de Pessoal da Diretoria de Administração da Aeronáutica (DIRAD), Brigadeiro Intendente Alexandre Santana Nogueira; o Chefe da Subchefia de Segurança e Defesa do Comando de Preparo (COMPREP), Brigadeiro de Infantaria Marcelo Rosa Costa; o Diretor do Parque de Material Aeronáutico do Galeão (PAMAGL), Brigadeiro Engenheiro Alexandre Arthur Massena Javoski; o Graduado-Master da Guarnição de Aeronáutica do Galeão (GUARNAE-GL), Suboficial Edmar Brum da Camara; Oficiais da ativa e da reserva, Comandantes, Chefes e Diretores de Organizações Militares.

A Infantaria da Aeronáutica executa ações defensivas, ofensivas, especiais e de proteção para contribuir com a missão da Força Aérea Brasileira (FAB) de Defender, Controlar e Integrar.  “A Infantaria nasceu junto com a FAB, com a criação do Ministério da Aeronáutica, em 1941. Já era uma necessidade garantir a segurança das instalações e das aeronaves que, em solo, são bastante vulneráveis”, destacou o Comandante do COMPREP, Tenente-Brigadeiro Almeida.

Na solenidade, depois de ser entoada a Canção da Infantaria da Aeronáutica, cuja letra e música são de autoria do Suboficial Músico Sebastião Gonçalves Ribeiro, foi feita a leitura da Ordem do Dia, assinada pelo Tenente-Brigadeiro Almeida. Em suas palavras, o Oficial-General fez menção à busca contínua pelo aperfeiçoamento técnico, doutrinário e tecnológico e à valorização do legado herdado pelos antecessores.

Também foi apresentado um vídeo inédito, produzido exclusivamente para a comemoração dos 80 anos, com imagens reais de militares de infantaria em suas múltiplas funções. O destaque ficou por conta do desfile militar, ao som da canção Fibra de Herói. Desfilaram em continência ao Tenente-Brigadeiro Sergio Roberto de Almeida, o Comandante da Tropa e seu Estado-Maior, o Guarda-Bandeira, a Banda de Música da BAGL e bandeiras históricas.

Ainda no desfile, os Grupamentos de Oficiais de Infantaria fizeram uma demonstração do fardamento utilizado em suas áreas de atuação. O Grupo de Segurança e Defesa do Galeão (GSD-GL) exibiu o uniforme usado em Grupamentos de Garantia da Lei e da Ordem (GLO). Já o GSD dos Afonsos desfilou com a farda utilizada pelo Grupamento de Operações de Controle de Distúrbios. Por fim, os militares do Grupo de Segurança e Defesa de Santa Cruz fizeram o desfile com o fardamento usado pelo Grupamento de Polícia da Aeronáutica.

Áreas de Atuação da Infantaria da Aeronáutica

Atualmente, a Infantaria da Aeronáutica mantém três grandes áreas de atuação. A primeira, Segurança e Defesa, é responsável pela Salvaguarda das Instalações, pela Polícia da Aeronáutica e Autodefesa de Superfície. A Defesa Antiaérea, como o próprio nome diz, refere-se à Proteção e Contra-Ataques Aéreos. As Operações Especiais incluem funções de reconhecimento especial, contraterrorismo, guiamento aéreo avançado e ações diretas. Os militares de infantaria também podem desempenhar funções na Busca e Salvamento, na integração de Equipes de Resgate, ações de Busca e Salvamento ou Busca e Salvamento em Combate.

Por fim, foi realizada uma demonstração de Ordem Unida armada da Esquadrilha de Honras Militares, do Grupo de Segurança e Defesa do Rio de Janeiro (GSD-RJ), comandada pelo Tenente Especialista em Armamento Ricardo Luiz Vieira Umbelino. A função da Esquadrilha é o cumprimento das atividades de honras militares, que personificam o respeito e o culto às tradições militares e aos fundamentos da Infantaria.

Data Comemorativa

A data de comemoração foi instituída no dia 11 de dezembro de 1941, meses depois da criação do Ministério da Aeronáutica, em 20 de janeiro. “É uma satisfação comemorar estes 80 anos vendo a Infantaria, ao longo de todo este período, cumprindo sua missão, que vai ao encontro do que é o seu lema: defender na terra o domínio do ar”, disse o Chefe da Subchefia de Segurança e Defesa do COMPREP, Brigadeiro Marcelo.

O Comandante da BAGL, Coronel Alves, endossou as palavras do Oficial-General. “É, sem dúvida, um dia especial para a Base Aérea do Galeão sediar um evento de tamanha importância, celebrando os 80 anos da nossa Infantaria da Aeronáutica. Temos sob nossa subordinação dois Grupos de Segurança e Defesa, GSD Galeão e GSD Rio de Janeiro, que trabalham diuturnamente no desenvolvimento de suas capacidades. Parabéns à Infantaria da Aeronáutica, parabéns a todos os infantes", finalizou.

Fotos: Luiz Eduardo Perez / ASCOM DECEA