22 de Junho, 2021 - 08:08 ( Brasília )

Aviação

Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica forma 87 novos Oficiais

A Turma de 2021 é formada por médicos, dentistas, farmacêuticos, engenheiros, capelães, além de Oficiais de Apoio. Os militares atuarão em diversas Organizações Militares da Força Aérea Brasileira por todo o País

Tenente Cristiane E Tenente Lorena/CIAAR

O Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR) realizou, nessa quinta-feira (17), em Lagoa Santa (MG), a formatura da Turma Phenom, composta por 87 novos Oficiais da Força Aérea Brasileira (FAB). A solenidade foi presidida pelo Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, acompanhado do Comandante do CIAAR, Brigadeiro do Ar Max Cintra Moreira. Estiveram presentes, também, Oficiais-Generais da Aeronáutica e do Exército Brasileiro, dentre outras autoridades militares e civis.

Foram promovidos ao posto de Primeiro-Tenente os estagiários dos Cursos de Adaptação de Médicos, Dentistas e Farmacêuticos e dos Estágios de Adaptação de Oficiais Engenheiros e de Apoio da Aeronáutica. Também foram promovidos ao posto de Segundo-Tenente, os alunos do Estágio de Adaptação de Oficiais Capelães da Aeronáutica. A Turma de 2021 é formada por 41 médicos, dez dentistas, quatro farmacêuticos, 19 engenheiros, dez Oficiais de Apoio e três capelães.

O Comandante-Geral do Pessoal Interino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Ricardo Reis Tavares, destacou a importância da solenidade. "Este é um momento único para a Força Aérea, porque, cada formatura, cada vez que entregamos novos formandos, é um momento de renovação", disse. 

Já o Diretor de Ensino da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Marcos Vinicius Rezende Mrad, durante seu discurso na cerimônia, enfatizou o foco que os novos Oficiais devem ter. "Prezados formandos, tenham em mente que a partir de hoje o trinômio Controlar, Defender e Integrar deve servir como inspiração diária para as ações de cada um de vocês", disse.

Durante 17 semanas do Curso, os estagiários receberam instruções de diversos tipos, além de um treinamento militar intensivo. O primeiro colocado da Turma Phenom, Tenente Administração Victor Rodrigues da Silva, natural do Rio de Janeiro (RJ), ingressou na Força Aérea em 2010 como Aluno da Escola de Especialistas da Aeronáutica (EEAR). Após formado, seguiu carreira até a graduação de Segundo Sargento. “O caminho trilhado até aqui me ensinou bastante e certamente todo aprendizado acumulado por meio das Organizações Militares em que servi será de suma importância na minha atuação como Oficial", declarou.

O novo Oficial foi agraciado com o Prêmio Honra ao Mérito do Ministério da Defesa, entregue pelo Comandante da Escola Superior de Guerra (ESG), Tenente-Brigadeiro do Ar Luis Roberto do Carmo Lourenço, e com o Prêmio Força Aérea Brasileira, entregue pelo Comandante-Geral do Pessoal Interino, Major-Brigadeiro Reis. O Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Damasceno, entregou a espada, símbolo do oficialato e realizou a imposição da Medalha Eduardo Gomes Aplicação e Estudo, destinada a incentivar a aplicação nos estudos e na instrução de Oficiais e Praças do Comando da Aeronáutica que venham a se distinguirem nas atividades escolares.

Para o Comandante do CIAAR, Brigadeiro Max, o dia foi de extrema relevância para a Instituição. "A Força Aérea recebe agora novos oficiais que vão muito contribuir para o cumprimento de sua missão”, garantiu.
Em homenagem aos novos Oficiais, o Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), também conhecido como Esquadrilha da Fumaça, sobrevoou o pátio da solenidade. Os militares, com as espadas abatidas, entoaram o compromisso à Bandeira do Brasil e, por fim, desfilaram ao som da canção Bandeirantes do Ar. Além dos cuidados praticados pelos militares presentes na cerimônia devido à pandemia da COVID-19, outra medida de prevenção foi adotada: a cerimônia foi transmitida ao vivo, por meio de um aplicativo de videoconferência, para os familiares dos formandos.

Fotos: Sargento Bianca Viol/CECOMSAER