Jato E195-E2 da Embraer recebe certificação para aproximação íngreme no Aeroporto London City

O Embraer E195-E2, jato mais eficiente, silencioso e avançado da nova geração, recebeu certificação para aproximação íngreme (steep approach, em inglês) da Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) para operar no Aeroporto London City (LCY). Essa conquista é um passo importante, pois permitirá que as companhias aéreas operem o jato no London City, que é conhecido por sua aproximação desafiadora em pista curta. Com a certificação da aeronave do E195-E2, ambos jatos da família E2 estão autorizados a operar no LCY – o E190-E2 já havia sido certificado em 2021.

O processo de certificação destacou o baixo nível de ruído do jato E195-E2 na comparação com outras aeronaves narrowbody. O modelo superou a rigorosa regulamentação estabelecida no Capítulo 14 da Organização da Aviação Civil Internacional (ICAO), oferecendo assim uma experiência de voo mais silenciosa comparada com a primeira geração do E195. O nível de ruído do E195-E2 na decolagem é 60% menor em relação a aeronaves da geração atual, e também em relação ao E190, trazendo benefícios aos moradores locais. Além disso, o jato oferece emissões reduzidas e eficiência de combustível aprimorada em comparação com a geração anterior.

Em 2022, a Embraer e a Pratt & Whitney realizaram um teste bem-sucedido com 100% de Combustível de Aviação Sustentável (SAF, na sigla em inglês) no E915-E2. O uso do SAF poderá permitir a uma redução de até 85% das emissões no futuro.

O E195-E2 pousou pela primeira vez no London City Airport em julho de 2022, em um voo de teste. O aeroporto é o mais central de Londres e atende tanto a passageiros de negócios quanto de turismo. O London City oferece um acesso rápido à Europa continental e é a escolha preferida dos passageiros para voos de curta distância, sendo vital para a conectividade de Londres. Os jatos da Embraer operam grande parte dos voos do LCY, em rotas diversificadas, como Edimburgo (Escócia) e Mykonos (Grécia). Para operar no local, os jatos devem cumprir com os regulamentos de aproximação íngreme, pista curta e normas rigorosas sobre ruídos. O E195-E2 poderá substituir a atual frota de E190 que opera atualmente no aeroporto.

“A certificação do E195-E2 inaugura uma nova fase para o London City. Com sua capacidade de transportar mais passageiros, menor emissão de ruídos e mais eficiência em combustível, o E195-E2 evidencia nosso compromisso de trabalhar de maneira próxima com os fabricantes de aviões de nova geração para certificar jatos mais limpos e silenciosos. Estamos ansiosos para o início das operações com o E195-E2 pelas companhias aéreas”, afirma Alison FitzGerald, Diretora de Operações do London City Airport.

“O London City é um aeroporto especial para a Embraer e único de muitas maneiras, não apenas por seus famosos 20 minutos da calçada ao portão de embarque. Nossos jatos dominam as operações no aeroporto com 85% dos voos, o que nos orgulha muito. Isso ocorre graças ao desempenho das aeronaves, que não exigem o bloqueio de assentos para reduzir seu peso. Os jatos da Embraer já respondem por grande parte das movimentações de um aeroporto com condições exigentes e esperamos que o E195-E2 faça parte dessa história de sucesso”, afirma Marie-Louise Philippe, Vice-Presidente de Vendas & Marketing da Embraer Aviação Comercial na Europa e Ásia Central.

Compartilhar:

Leia também

Inscreva-se na nossa newsletter