COBERTURA ESPECIAL - America Latina - Aviação

11 de Abril, 2022 - 11:00 ( Brasília )

Auxílios à navegação do Paraguai são inspecionados pela FAB

O trabalho realizado pelo Grupo Especial de Inspeção em Voo é essencial para qualidade e segurança da navegação aérea, atendendo aos padrões estabelecidos pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI)

O Grupo Especial de Inspeção em Voo (GEIV) iniciou os voos de inspeção aos auxílios à navegação aérea nos principais aeroportos do Paraguai, sua terceira incursão nos últimos quatro anos.  A atividade faz parte do Acordo de Cooperação entre Brasil e Paraguai e, neste caso, entre a Direção Nacional de Aeronáutica (DINAC) e o Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA).

Organização Militar subordinada ao DECEA, o GEIV tem a missão de aferir, medir e analisar a qualidade dos sinais dos equipamentos e homologar procedimentos de tráfego aéreo. O trabalho realizado pelo Grupo é essencial para a qualidade e segurança da navegação aérea e atende padrões estabelecidos pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI). 

A inspeção em solo paraguaio materializa a cooperação entre o Brasil e as demais nações da América do Sul. Além do Paraguai, já foram efetuadas missões de inspeção em voo na Bolívia, Chile, Uruguai e Argentina. O Comandante do GEIV, o Tenente-Coronel Aviador Bruno Michel Marcondes Alves, comentou sobre a missão. “A escolha do Brasil como parceiro por parte dos nossos vizinhos demonstra a credibilidade do GEIV na Inspeção em Voo e materializa a liderança do Brasil na região quanto às atividades de controle do espaço aéreo", disse.

A tripulação do FAB 3602 foi recebida no dia 28 de março, em Assunção, pelo Chefe da Missão Técnica Aeronáutica Brasileira (MTAB) no Paraguai, Coronel Aviador Helmer Barbosa Gilberto, e pelo Adido da Aeronáutica no Paraguai, Coronel Aviador Claúdio Antônio Rocha. Segundo o Coronel Helmer a missão se reveste de especial importância tanto para o DECEA como para a DINAC. “A presença do GEIV nos países da América do Sul garante o alto padrão da navegação aérea nessa região, assim como ajuda a divulgar a capacidade de uma das maiores indústrias de defesa do Brasil, a Embraer, ao adaptar o Legacy-500 em uma aeronave voltada às necessidades da Força Aérea Brasileira”, explicou.

O Legacy 500 é uma aeronave bimotor executiva de porte médio, com motorização turbofan e alcance intercontinental, desenvolvida no Brasil pela Embraer. É um projeto dotado de tecnologia fly-by-ware (controle das superfícies móveis de comando da aeronave por intermédio de pulsos elétricos), tecnologia até então disponível apenas em grandes aeronaves comerciais ou jatos executivos de maior porte e custo mais elevado.

A atividade-fim começou com um briefing de padronização de procedimentos junto aos técnicos e controladores de tráfego aéreo da DINAC, no salão do Aeroporto Internacional Silvio Pettirossi, em Assunção. Além deste aeródromo, também estão sendo inspecionados pelo GEIV o Aeroporto Internacional Guarani, em Ciudad Del Este; o Aeroporto Tenente Amin Ayub Gonzalez, em Capitán Miranda, próximo a Encarnación; e o Aeroporto José Félix Estigarribia, em Mariscal.

Os auxílios à navegação que estão sendo inspecionados nos aeroportos do Paraguai são: Sistema de Pouso por Instrumento (ILS, do inglês Instrument Landing System); VOR - Radiofarol Omnidirecional em VHF e DVOR (utilizando o princípio doppler); Sistemas Indicador de Rampa de Aproximação de Precisão (PAPI); Cartas de procedimentos – para pouso, decolagem e voo em rota. A missão tem duração de duas semanas e deve ser encerrada no dia 9 de abril.

Fotos: MTAB Paraguai


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


US RU OTAN

US RU OTAN

Última atualização 06 JUL, 11:50

MAIS LIDAS

America Latina