COBERTURA ESPECIAL - Africa - Naval

24 de Agosto, 2021 - 09:30 ( Brasília )

Fragata “Independência” realiza Operação “Guinex-I”


De agosto a outubro deste ano, a Fragata “Independência” realiza a Operação “Guinex-I” na área marítima do Golfo da Guiné, com o objetivo de incrementar as capacidades de segurança marítima entre o Brasil e os países da região, por meio de exercícios combinados e de adestramento mútuo. Situado na costa ocidental da África, o Golfo da Guiné possui elevada relevância em termos estratégicos e diplomáticos.

Em 13 de agosto, a “Independência” atracou no Porto de Malabo, na Guiné Equatorial, onde foi recebida pelo Embaixador do Brasil naquele país, Evaldo Freire. O navio foi visitado pelo Vice-Ministro de Defesa da Guiné Equatorial, Candido Ncogo Engono, que ressaltou a notória capacidade tecnológica brasileira de construir e manter navios como as Fragatas Classe “Niterói”.



Os embaixadores dos Estados Unidos, da Espanha e da Nigéria na Guiné Equatorial também participaram da visita, além de Oficiais da Marinha local.

No período atracado em Malabo, foram conduzidos adestramentos em terra e no mar com a Marinha da Guiné Equatorial, com o propósito de aumentar a interoperabilidade entre as Forças Navais.

As ações voltadas para a abordagem, visita e inspeção nos navios foram o foco. Antes de regressar ao Brasil, a Fragata “Independência” visitará também São Tomé e Príncipe, Camarões, Nigéria e Cabo Verde.


VEJA MAIS