COBERTURA ESPECIAL - Africa - Geopolítica

01 de Fevereiro, 2020 - 12:50 ( Brasília )

US AFRICOM. Um Interesse Brasileiro no futuro

A apresentação do Gen Townsend (US AFRICOM) deve ser lida com muito cuidado em uma perspectiva futura.


Redação DefesaNet
 

Para um texto com mais detalhes em português sobre a apresentação do Almirante Faller (US SOUTHCOM) assim como a íntegra da apresentação, acesse:

China envolve América Latina em 'armadilha de dinheiro', diz comandante americano Link



Os comandantes do  U.S. Africa Command (AFRICOM) e U.S. Southern Command (SOUTHCOM) compartilharam os desafios que seus comandos enfrentam com os legisladores no Capitólio (Senado), do Senate Armed Services Committee (SASC).

O US Army  General Stephen J. Townsend, comandante do Africom, e o almirante da US NAvy Craig S. Faller, comandante do Southcom, compareceram perante a  Senate Armed Services Committee (SASC), em 30 Janeiro 2020 com os desafios e o propondo o orçamento dos seus comando para o Orçamento de Defesa do Ano Fiscal (FY) 2021 e os programa de defesa para os anos futuros.


U.S. Air Force Chief Master Sgt. Ramon Colon-Lopez, outgoing command senior enlisted leader, U.S. Africa Command, poses for a photo with Chief Warrant Officer Ramous Barker, forces sergeant major of the Ghana Armed Forces following a relinquishment of responsibility ceremony Nov. 15, 2019 in Stuttgart, Germany.

Membro do US AFRICOM com membro das Forças Armadas de Gana


A África é uma encruzilhada global com pontos de estrangulamento estratégicos e linhas de comércio marítimas essenciais para as operações dos EUA no mundo, disse Townsend ao painel do Senado. A segurança e prosperidade futuras dos EUA dependem do acesso a esse ativo estratégico em tempos de crise e a garantia de que essas águas permaneçam livres, abertas e seguras, disse ele. O AFRICOM está envolvido em uma revisão contínua e em conjunto com o Departamento de Defesa, observou ele.

"Desenvolvemos uma lista priorizada de objetivos e ações para proteger a pátria e garantir nossos interesses estratégicos na África, assegurando ao mesmo tempo que os investimentos dos contribuintes americanos estão nas áreas certas", disse o comandante do AFRICOM.

A África é o terreno chave para a competição com a China e a Rússia, que usam agressivamente meios econômicos e militares para expandir seu acesso e influência, disse Townsend. "Acredito que a África oferece aos EUA uma vantagem competitiva sobre a China e a Rússia, e devemos aproveitar isso", acrescentou.

Townsend disse que o AFRICOM se tornará mais eficiente para contribuir com prioridades de defesa mais altas e reorientará os recursos para a competição global pelo poder, mas não pode pressionar os principais grupos terroristas como a Al Qaeda e o ISIS, acrescentando que esses grupos e outros continuam sendo uma "realidade inconveniente".

"Embora não devamos tentar confrontar cada um deles, devemos permanecer resolutos em confrontar aqueles que ameaçam os americanos e a pátria americana, como a Al Shabab - a maior e mais violenta das filiais da Al Qaeda", disse Townsend. "Hoje, a África faz isso com um esforço moderado e relativamente baixo custo, apoiando parceiros africanos e internacionais que estão liderando esses esforços."

O comandante do AFRICOM disse que "poucas tropas e alguns dólares" podem percorrer um longo caminho e fazer uma diferença real na África. A abordagem do AFRICOM baseada nos govenos e parceiros atua como um multiplicador de forças para enfrentar os muitos desafios complexos da África, acrescentou.

"O que o AFRICOM realiza com poucas forças e alguns dólares em um continente três vezes e meia o tamanho dos Estados Unidos continental é uma pechincha para o contribuinte americano e um seguro de baixo custo para a América nessa região", disse o General  Townsend. "Uma África segura e estável continua sendo um interesse americano duradouro. O AFRICOM dos EUA está pronta para proteger e promover os interesses americanos e responder a crises na África".


 

General Towsend comandante do US AFRICOM

 

Gen Townsend Us Africom by nelson during on Scribd


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


TOA

TOA

Última atualização 07 AGO, 17:00

MAIS LIDAS

Africa