COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Aviação

27 de Setembro, 2021 - 08:08 ( Brasília )

FAB já transportou mais de 200 órgãos para transplante em 2021

Dia Nacional da Doação de Órgãos e Tecidos é celebrado em 27 de setembro

Tenente Cristiane E Major Bazilius

Dizer “sim” após a perda de um ente querido pode ser doloroso, mas também pode ser uma oportunidade para conduzir vida e esperança a pessoas que precisam de um transplante. A campanha Setembro Verde tem o intuito de sensibilizar a sociedade para a doação de órgãos e tecidos. Quando a família opta por fazer esta concessão, o desafio torna-se uma corrida contra o tempo e a Força Aérea Brasileira (FAB) tem exercido papel fundamental, contribuindo com o transporte de órgãos em suas aeronaves.

A FAB mantém permanentemente disponível uma aeronave para essa finalidade, conforme define o Decreto nº 9175, de 18 de outubro de 2017. Em muitos casos, a utilização de aeronaves da Força Aérea é fundamental para que o processo de transplante seja realizado. Existem tripulações de sobreaviso em tempo integral em todo País.

TOTEQ

A logística de uma missão de Transporte de Órgãos, Tecidos e Equipes (TOTEQ) é complexa. Cabe ao Centro de Gerenciamento de Navegação Aérea (CGNA), Organização Militar da FAB no Rio de Janeiro (RJ), coordenar a distribuição, por meio de transporte aéreo, dos órgãos para transplante no Brasil. Para isso, o CGNA conta com duas posições da Central Nacional de Transplantes (CNT) em seu Salão Operacional, com quem administra a logística de distribuição. O CGNA funciona ininterruptamente na gestão do fluxo aéreo no Brasil, 24 horas por dia, sete dias por semana, 365 dias por ano.

A primeira opção analisada é o aproveitamento de voos da aviação comercial. Quando o trecho não é atendido por linha aérea, a solicitação é feita ao Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE) para viabilização de uma aeronave militar. É o COMAE que avalia qual Esquadrão deve ser acionado. Até o dia 24 de setembro, a FAB realizou 165 missões e transportou 217 órgãos no ano de 2021, sendo 110 fígados, 50 corações, 36 rins, 11 pulmões, três tecidos ósseos, três baços e quatro pâncreas. O esforço aéreo até este período foi de 825 horas.

O Esquadrão Guará (6º ETA), situado em Brasília (DF), acumula 80 missões. Dotado de três tipos diferentes de aeronaves operacionais - dentre elas um jato -, atualmente é o que mais realiza esse tipo de missão no Brasil pela FAB. “Fico honrado em conduzir um dos vetores da FAB que leva esperança para os brasileiros mais necessitados,” disse um dos pilotos do Esquadrão, Capitão Aviador Leandro Janducci Carrera.

Dia Nacional da Doação de Órgãos

O Dia Nacional da Doação de Órgãos, celebrado em 27 de setembro, visa conscientizar a sociedade sobre a importância da doação e, ao mesmo tempo, fazer com que as pessoas conversem com familiares e amigos sobre o assunto.

Fotos: Suboficial Johnson Barros / CECOMSAER


VEJA MAIS