COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

01 de Outubro, 2020 - 10:50 ( Brasília )

1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada atua em iniciativa que beneficia jovens de Santiago (RS)


Em agosto de 2020, o Ministério Público, por intermédio da Promotora de Justiça Marina da Silva Lameira, procurou o Comando da 1ª Brigada de Cavalaria Mecanizada (1ª Bda C Mec) a fim de buscar uma parceria para viabilizar a restauração de telefones celulares apreendidos no Presídio Estadual de Santiago, que não estivessem envolvidos em procedimentos criminais. O objetivo seria prepará-los para serem doados aos alunos da rede pública de ensino em situação de vulnerabilidade e sem equipamento eletrônico para acesso às atividades escolares nas plataformas digitais.

O projeto, batizado de Alquimia II, possibilita uma aplicação lícita para instrumentos de crimes, além de garantir a destinação adequada ao resíduo tecnológico, evitando o passivo ambiental. Ele assegura que, a partir dos aparelhos celulares recebidos, os alunos possam, efetivamente, participar das aulas virtuais ministradas por meio de aplicativos.

O General de Brigada Ricardo de Castro Trovizo, Comandante da  1ª Bda C Mec, determinou que a 11ª Companhia de Comunicações Mecanizada (11ª Cia Com Mec), sediada no município, realizasse a restauração e a preparação dos aparelhos para a reutilização. Foram recebidos 93 aparelhos celulares dos mais diversos tipos e modelos, dos quais 36 foram recuperados pela equipe chefiada pelo 1º Sargento Alessandro Lima Carvalhal, da 11ª Cia Com Mec.

No dia 28 de setembro, o Major Paulo Cordeiro Azeredo, Comandante da 11ª Cia Com Mec, realizou a entrega dos aparelhos recuperados para a Promotora de Justiça Silvia Inês Miron Jappe, com o Capitão Clauto Souto da Silva, da Seção de Comunicação Social do Comando da 1ª Bda C Mec.

Fonte: 1ª Bda C Mec