COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Aviação

28 de Setembro, 2020 - 09:09 ( Brasília )

Voo da vida pelas asas da FAB

27 de Setembro é o Dia Nacional da Doação de Órgãos

Tenente Jonathan Jayme E Major Monteiro

Neste domingo, 27 de setembro, é o Dia Nacional da Doação de Órgãos. A Força Aérea Brasileira (FAB) tem papel essencial nesse tema ao realizar transportes que salvam centenas de vidas todos os anos no País. Quase que diariamente, as aeronaves da FAB atravessam as mais diversas localidades conduzindo órgãos e tecidos para serem transplantados.

Apenas em 2020, a Força Aérea foi acionada para 151 missões de Transporte de Órgãos, Tecidos e Equipes (TOTEQ), totalizando 170 órgãos transportados – em maior número estão o fígado (91), o coração (40) e os rins (33). Nos últimos quatro anos, a FAB já ajudou a salvar 993 vidas cumprindo esse tipo missão.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez, destaca o compromisso da Força Aérea com o País nas ações de transportes de órgãos. “Atuamos com muita responsabilidade e solidariedade na nobre missão de transportar órgãos e tecidos por todo território brasileiro, levando, nas asas que integram o País, vida para quem mais precisa e esperança de dias melhores”, ressalta.

Acionamentos

Para atender às requisições do Ministério da Saúde, a FAB mantém permanentemente disponível, no mínimo, uma aeronave que serve exclusivamente a esse propósito, conforme preconiza o Decreto nº 9.175, de 18 de outubro de 2017. Há tripulações de sobreaviso nos Esquadrões de Transporte, em tempo integral, em todo o País.

O Chefe da Divisão de Planos e Diretrizes do Centro Conjunto de Operações Aéreas (CCOA) do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), Coronel Aviador André Luiz Dall’Agnol Cechella, explica que a estrutura de acionamento e controle de uma missão de TOTEQ é gerenciada pelo COMAE. “Possuímos um elo sistêmico com a Central Nacional de Transplantes (CNT), que, por sua vez, recebe as informações iniciais para a captação de um determinado órgão em qualquer local do território nacional”, completa.

Uma vez feitas as tratativas iniciais com a CNT, o COMAE aloca os meios mais próximos disponíveis para cumprir essa missão. “Como a FAB está presente em todo o território nacional, o deslocamento dos meios aéreos para o transporte solicitado é atendido em poucas horas”, explica o Coronel Dall’Agnol.