COBERTURA ESPECIAL - Mão Amiga - Terrestre

15 de Julho, 2020 - 11:50 ( Brasília )

Campanha do Exército Brasileiro registra mais de 21 mil doações de sangue em apenas três meses de ação


“Ajudar está no nosso sangue” é o tema da campanha que estimula e apoia a doação voluntária de sangue e de medula óssea por parte de militares do Exército. A campanha seria iniciada em junho, mês em que se comemora o “Dia Mundial do Doador de Sangue”, porém, devido ao combate à COVID-19, a ação foi antecipada para o mês de abril, a fim de abastecer os estoques dos hemocentros do Brasil. O resultado, até o momento, foi o registro de mais de 21 mil doações, o que permitiu socorrer milhares de pacientes em todo o País.

Ao longo do ano, o Exército Brasileiro incentiva a doação de sangue em todos os seus quartéis. Só no primeiro semestre deste ano, as doações somaram mais de 10 mil litros de sangue e já beneficiaram mais de 85 mil pessoas. A campanha estimula doações solidárias, seguindo os cuidados que o atual momento exige: uso de máscaras pelos doadores e agendamentos junto aos hemocentros.

A “mão amiga” continua trabalhando e os militares são estimulados a tornarem-se doadores, uma vez que a doação é uma prática rotineira e incentivada nas Organizações Militares. Os hemocentros brasileiros recorrem ao voluntariado dos integrantes das unidades militares, em diferentes períodos do ano, visando manter seus bancos de sangue em níveis adequados às suas necessidades.

Doar sangue é um processo rápido e seguro. Procure o hemocentro mais perto e seja doador. Com o intuito de dar essa prova de amor ao próximo, é preciso cumprir alguns requisitos simples:

– Ter entre 16 e 69 anos de idade (menores de 18 anos devem estar autorizados pelos responsáveis, e idosos devem ter feito ao menos uma doação antes dos 61 anos);

– Pesar mais de 51 quilos e ter índice de massa corporal maior ou igual a 18,5;

– Não estar utilizando medicamentos;

– Apresentar documento oficial com foto;

– Ter tido ao menos 6 horas de sono na noite anterior à doação;

– Não ingerir bebida alcoólica nas 12 horas anteriores à doação; e

– Não fumar 2 horas antes da doação.

"Ajudar está no nosso sangue!"

No ano passado, quase 10 mil doações de militares possibilitaram que cerca de 40.400 pessoas fossem beneficiadas.

Fonte: CCOMSEx

VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Fronteiras

Fronteiras

Última atualização 14 AGO, 13:30

MAIS LIDAS

Mão Amiga