COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Geopolítica

20 de Setembro, 2018 - 20:00 ( Brasília )

Roraima - Incrível Gov Suely Campos no Palácio Miraflores



Inaê Brandão

 

A governadora de Roraima Suely Campos (PP) viajou nesta quinta-feira (20) à Venezuela para uma reunião com o presidente do país Nicolás Maduro. Com o afastamento, a presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargadora Elaine Bianchi, assume o governo até essa sexta (21).

A informação sobre a viagem de Suely foi publicada no Diário Oficial em mensagem governamental enviada para a Assembleia Legislativa de Roraima. Segundo o texto, ela se reúne com Maduro para falar sobre questões energéticas referentes ao Linhão de Guri.

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo, um dos assuntos que devem ser abordados por Suely Campos é a manutenção do Linhão pela Eletrobras. O suporte pode garantir a qualidade da transmissão energética ao estado.

Twitter do Presidente Nicolas Maduro
<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> Segundo o cônsul-adjunto da Venezuela em Roraima, José Martí Uriana, a governadora está acompanhada da cônsul Gabriela Ducharne Cardenas, e de uma comitiva. O grupo terá uma reunião em Caracas, capital do país.

"Para beneficiar nossa população, hoje recebemos a visita da Governadora do Estado de Roraima da República Federativa do Brasil, Suely Campos, para iniciar uma troca de planos e propostas para o retorno de nossos compatriotas à nossa Pátria", publicou no Twitter Justo Noguera Pietri, governador do estado venezuelano de Bolívar.

No diário oficial, a governadora pediu autorização para se ausentar do país nesta quinta e na sexta (20). A solicitação foi feita na segunda (17).

Em nota, o Tribunal de Justiça de Roraima informou que foi comunicado pela Assembleia Legislativa do afastamento da governadora. Em razão de impedimento previsto na legislação eleitoral, a presidente do TJ, a desembargadora Elaine Bianchi, assume o governo nesse período ao invés do presidente da ALE, deputado Jalser Renier, candidato à reeleição.

Na fronteira com a Venezuela, Roraima recebe desde 2015 um crescente número de imigrantes que fogem, principalmente, da hiperinflação, escassez de comida e remédios que se agrava no regime de Maduro.

Em uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), Suely Campos cobra o fechamento temporário da fronteira com a Venezuela. O pedido, no entanto, já foi negado liminarmente (provisoriamente), pela relatora, a ministra Rosa Weber.
 
Linhão de Guri

No dia 11 deste mês, a governadora propôs em Brasília que a Eletrobras faça a manutenção da linha de transmissão de energia que liga Roraima à usina na Venezuela. O estado é o único do país que não faz parte do Sistema Interligado Nacional (SIN) e depende da energia venezuelana.

Há 17 anos Roraima recebe energia da Venezuela por meio do Linhão de Guri. A subestação de energia foi inaugurada em 2001, ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso e o então presidente venezuelano Hugo Chavez.


Ao todo, são 211 Km de linha de transmissão entre Santa Elena, na Venezuela, a Boa Vista, capital de Roraima. Ao menos dois terços da energia consumida no estado são gerados pela usina hidrelétrica de Gúri, que fica ao Norte da Venezuela.
 


VEJA MAIS