COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Geopolítica

20 de Setembro, 2018 - 20:00 ( Brasília )

Roraima - Incrível Gov Suely Campos no Palácio Miraflores



Inaê Brandão

 

A governadora de Roraima Suely Campos (PP) viajou nesta quinta-feira (20) à Venezuela para uma reunião com o presidente do país Nicolás Maduro. Com o afastamento, a presidente do Tribunal de Justiça de Roraima, desembargadora Elaine Bianchi, assume o governo até essa sexta (21).

A informação sobre a viagem de Suely foi publicada no Diário Oficial em mensagem governamental enviada para a Assembleia Legislativa de Roraima. Segundo o texto, ela se reúne com Maduro para falar sobre questões energéticas referentes ao Linhão de Guri.

De acordo com a Secretaria de Comunicação do governo, um dos assuntos que devem ser abordados por Suely Campos é a manutenção do Linhão pela Eletrobras. O suporte pode garantir a qualidade da transmissão energética ao estado.

Twitter do Presidente Nicolas Maduro
<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script>

<script async src="https://platform.twitter.com/widgets.js" charset="utf-8"></script> Segundo o cônsul-adjunto da Venezuela em Roraima, José Martí Uriana, a governadora está acompanhada da cônsul Gabriela Ducharne Cardenas, e de uma comitiva. O grupo terá uma reunião em Caracas, capital do país.

"Para beneficiar nossa população, hoje recebemos a visita da Governadora do Estado de Roraima da República Federativa do Brasil, Suely Campos, para iniciar uma troca de planos e propostas para o retorno de nossos compatriotas à nossa Pátria", publicou no Twitter Justo Noguera Pietri, governador do estado venezuelano de Bolívar.

No diário oficial, a governadora pediu autorização para se ausentar do país nesta quinta e na sexta (20). A solicitação foi feita na segunda (17).

Em nota, o Tribunal de Justiça de Roraima informou que foi comunicado pela Assembleia Legislativa do afastamento da governadora. Em razão de impedimento previsto na legislação eleitoral, a presidente do TJ, a desembargadora Elaine Bianchi, assume o governo nesse período ao invés do presidente da ALE, deputado Jalser Renier, candidato à reeleição.

Na fronteira com a Venezuela, Roraima recebe desde 2015 um crescente número de imigrantes que fogem, principalmente, da hiperinflação, escassez de comida e remédios que se agrava no regime de Maduro.

Em uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF), Suely Campos cobra o fechamento temporário da fronteira com a Venezuela. O pedido, no entanto, já foi negado liminarmente (provisoriamente), pela relatora, a ministra Rosa Weber.
 
Linhão de Guri

No dia 11 deste mês, a governadora propôs em Brasília que a Eletrobras faça a manutenção da linha de transmissão de energia que liga Roraima à usina na Venezuela. O estado é o único do país que não faz parte do Sistema Interligado Nacional (SIN) e depende da energia venezuelana.

Há 17 anos Roraima recebe energia da Venezuela por meio do Linhão de Guri. A subestação de energia foi inaugurada em 2001, ainda no governo de Fernando Henrique Cardoso e o então presidente venezuelano Hugo Chavez.


Ao todo, são 211 Km de linha de transmissão entre Santa Elena, na Venezuela, a Boa Vista, capital de Roraima. Ao menos dois terços da energia consumida no estado são gerados pela usina hidrelétrica de Gúri, que fica ao Norte da Venezuela.
 


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


11/Setembro

11/Setembro

Última atualização 09 DEZ, 20:13

MAIS LIDAS

Venezuela