COBERTURA ESPECIAL - Venezuela - Geopolítica

29 de Agosto, 2017 - 10:00 ( Brasília )

Colômbia envia carta de protesto por suposta invasão militar da Venezuela


A Colômbia enviou uma carta de protesto à Venezuela após afirmar que forças de segurança do país socialista cruzaram a fronteira com a província colombiana de La Guajira durante o fim de semana, disseram duas fontes do governo colombiano na noite de segunda-feira.

As fontes disseram à Reuters que o Ministério de Relações Exteriores da Colômbia entregou a carta à embaixada da Venezuela em Bogotá, embora o governo do presidente venezuelano, Nicolás Maduro, tenha negado no domingo que tenha ocorrido uma invasão em Paraguachón, no departamento de La Guajira.

O governador de La Guajira criticou a invasão no Twitter durante o fim de semana, dizendo que as forças de segurança cruzaram a fronteira na noite de sábado e roubaram celulares e dinheiro de moradores.

Tensões de longa data entre os países vizinhos se intensificaram desde que o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, se juntou a outros países da região que criticam Maduro e disse que a Venezuela está a caminho de uma ditadura. A ex-procuradora-geral da Venezuela, que acusou Maduro de envolvimento com corrupção, fugiu para a Colômbia neste mês.

Macron diz estar preocupado com "ditadura" na Venezuela

O presidente francês, Emmanuel Macron, afirmou nesta terça-feira estar preocupado com a situação na Venezuela, onde disse que uma “ditadura” está tentando sobreviver. Macron disse estar preparado para trabalhar com aliados na região para evitar uma escalada adicional da crise.


VEJA MAIS



Outras coberturas especiais


Dossiê EMBRAER

Dossiê EMBRAER

Última atualização 20 ABR, 12:10

MAIS LIDAS

Venezuela