COBERTURA ESPECIAL - Vant - Tecnologia

10 de Agosto, 2016 - 10:50 ( Brasília )

Exército dos EUA começa a testar "mini drone" que cabe no seu bolso


Com alcance de 1,6km, dispositivo Black Hornet PD-100 possui três câmeras e pode transmitir vídeo ao vivo e tirar fotos.

Os Fuzileiros Navais dos EUA estão testando um mini drone que cabe no bolso e pode entregar feeds ao vivo em vídeo a partir de três câmeras e é pequeno o bastante que é quase invisível no ar.

O chamado Black Hornet PD-100 pode ficar no ar por 25 minutos e possui um alcance de 1,6km. Isso significa que os fuzileiros podem usá-lo para vigilância muito além da sua posição atual.

O dispositivo consegue voar em missões guiadas via GPS. O cabo para fora na parte traseira é uma antena, não um cabo para energia ou dados.

As três câmeras podem ser usadas para enviar vídeo em tempo real ou fazer fotos. Uma câmera aponta para frente, outra diretamente para baixo e uma a 45 graus do chão.Os testes aconteceram recentemente na Califórnia durante um exercício chamado MIX-16, realizado para avaliar as novas tecnologias e como elas podem ser usadas pelos fuzileiros.

O Black Hornet já foi usado no Afeganistão pelo exército britânico, e o Ministério de Defesa do Reino Unido ficou suficientemente impressionado para torná-lo uma parte integrante do kit militar do país.

O aparelho é produzido pela empresa norueguesa Prox Dynamics, e as Forças Especiais daquele país já pediram uma versão com capacidade para voo noturno.