COBERTURA ESPECIAL - Vant - Aviação

23 de Fevereiro, 2016 - 22:50 ( Brasília )

VANT - Hankuk Carbon e IAI desenvolvem nova geração de UAV com decolagem e aterrissagem vertical

Hankuk Carbon e IAI desenvolvem nova geração de UAV com decolagem e aterrissagem vertical

Fevereiro, 2016 – A Hankuk Carbon (HC), produtora coreana de compostos, e a Israel Aerospace Industries (IAI) assinaram um memorando de acordo de joint venture para desenvolver, produzir e comercializar um veículo aéreo não tripulado (UAV) de decolagem e aterrissagem vertical (VTOL).

Nessa parceria, as duas empresas pretendem desenvolver e produzir a próxima geração de aeronaves não tripuladas VTOL. A joint venture começará desenvolvendo o protótipo com peso máximo de decolagem de 200 a 300 quilos. Para a próxima geração de aeronaves não tripuladas VTOL, o público-alvo será 90% doméstico, e as aeronaves serão desenvolvidas de acordo com as necessidades dos clientes para revenda.

Além disso, a HC e a IAI cogitam criar também o recurso de decolagem e aterrissagem em embarcações para o FE-Panther. Essa tarefa será levada a cabo pela joint venture até o final de 2018. Conforme previsões do Grupo Teal, as duas empresas acreditam que o potencial de mercado para aeronaves não tripuladas VTOL com esse recurso naval é, em média, de USD$ 3,4 bilhões para os próximos 10 anos, durante o período de 2015 a 2024. 

O CEO da Hankuk Carbon, Moonsoo Cho, declarou que "a Hankuk Carbon tem sondado a indústria aerospacial há muito tempo. Considerando que a indústria aeroespacial apresenta em torno de 5% de crescimento anual e que a indústria de gás natural liquefeito está em baixa, acreditamos que este é o momento ideal para entrar no ramo aeroespacial”.

Shaul Shahar, vice-presidente executivo da IAI, declarou: "Essa futura joint venture é uma grande oportunidade para ambas as empresas expandirem seus negócios. Estamos ansiosos para trabalhar com a Hankuk Carbon, uma empresa coreana de peso decidida a integrar a indústria aeroespacial.

Com a capacidade da Hankuk Carbon em produzir compostos e a experiência de quarenta anos da IAI e seu know-how em veículos aéreos não tripulados, a joint venture tem o potencial de liderar o ramo de UAVs VTOL e proporcionar a melhor solução para clientes na Coreia e no mundo inteiro”.

Em outubro de 2015, a Hankuk Carbon expôs pela primeira vez o FE-Panther, um UAV VTOL híbrido de 67 quilos. Com baterias de polímero de lítio e motor a gasolina, esse UAV garante 8 horas de autonomia de voo com carga de 6 quilos, podendo voar em um raio de até 130 quilômetros com velocidade máxima de 100 km/h.

Além disso, o visor do UAV oferece recurso VTOL automático e fácil manutenção. Anteriormente, a Hankuk Carbon e a IAI já haviam desenvolvido em parceria o sistema híbrido de propulsão para o VTOL UAV com patrocínio da Fundação KORIL (Korea-Israel Industrial R&D Foundation).