COBERTURA ESPECIAL - Vant - Aviação

12 de Agosto, 2015 - 15:00 ( Brasília )

Mais quarto companhias aéreas relatam voos de drones em aeroporto comercial nos EUA nas últimas duas semana

Especialistas alertam para o risco futuro de máquinas serem usadas em ataques terroristas

Por Steve Watson – texto do Infowars

Tradução, adaptação e edição – Nicholle Murmel

Quarto companhias aéreas informaram terem visto um trone sobrevoando a cabeceira de uma das pistas no Aéroporto internacional Newark Liberty no último domingo. As informações são da Federal Aviation Administration (FAA).

Contabilizando mais esses quarto relatos, ao todo sete companhias por pouco não tiveram incidentes com drones nas últimas duas semanas. Enquanto isso, o Departamento de Segurança Nacional americano enviou um comunicado de alerta afirmando que seria possível que drones fossem usados em atentados terroristas contra operadoras aéreas comerciais

Abaixo você confere reportagem da CBS sobre os incidentes com drones no 
Aéroporto internacional Newark Liberty:



Conforme reportage da emissora de TV NBC e Nova York, as tripulações de quatro companhias visualzaram um drone a uma altitude entre 600 e 900 metros. Essas máquinas são proibidas de operar em um perímetro de cerca de 8km de aeroportos, e não é permitido que voem acima de 120 metros. Violações dessas regras podem resultar em multas de até 25 mil dólares além de inquérito policial.

Há pouco mais de uma semana, duas aeronaves comerciais, passaram a apenas 30 metros de distância de um drone que sobrevoava o aeroporto internacional JFK. Os incidentes foram registrados em chamadas de rádio dos dois voos.

Um terceiro episódio ocorreu dois dias depois no sul do estado de Nova Jersey – o piloto de um Piper PA28 visualizou um drone a cerca de 300 metros de altitude e a uma distância em torno de 4km a noroeste do Aeroporto de Swell. O piloto teve que executar procedimentos de evasão para evitar a colisão com o drone.

A FAA afirma que, atualmente, recebem em média dois relatos por dia de pilotos dizendo terem visto drones sobrevoando o espaço restrito de aeroportos.

Especialistas do setor de aviação alertaram que essas máquinas representam uma ameaça significativa para aeronaves e pilotos, já que podem destruir motores ou atravessar a cabine de controle em caso de colisão.

Esses episódios recentes vêm junto com um boletim divulgado pelo Departamento de Segurança Nacional avisando às polícias locais que há um risco crescente de que ataques terroristas poderão acontecer através desses drones.

Ainda que esse alerta não tenha apontado nenhuma ameaça específica, fica atestado “o desafio de detectar e neutralizar o risco crescente do uso de sistemas aéreos não tripulados”, segundo o documento.

 “Ainda que muitos desses incidents não sejam propositais nem de natureza ofensiva, eles evidenciam possíveis vulnerabilidades na segurança aérea... E que podem ser usadas por adversários como parte de um ataque.”, diz o documento obtido pela emissora de TV CBS. O analista da CNN, Bob Baer especulou acerca de como drones poderiam ser usador por agentes tentando causar algum mal.

“Isso é loucura”, disse Baer. “Você pode pegar esses drones e, com uma impressora 3D, fabricá-los usando explosivos como matéria-prima. Eles são muito perigosos e estão avançando muito rápido”.

Essas máquinas são uma ameaça real ou estamos testemunhando um esforço de premonição, preparando cidadãos americanos para um ataque de terror no futuro próximo?