COBERTURA ESPECIAL - Vant - Aviação

28 de Março, 2014 - 10:06 ( Brasília )

Hermes 900 reforça capacidade operacional da FAB no reconhecimento eletrônico

Adquirido para uso durante a Copa, equipamento está entre os mais modernos do mundo e vai reforçar monitoramento de fronteiras

A Força Aérea Brasileira (FAB) adquiriu uma unidade da aeronave remotamente pilotada (ARP) Hermes 900 da israelense Elbit Systems. O contrato no valor de U$$ 8 milhões assinado na semana passada (19/03) inclui o suporte logístico e garantia de um ano do equipamento.
 
A compra foi fechada pelo Centro Logístico da Aeronáutica (CELOG) e está em negociação desde o ano passado. De acordo com o Chefe do CELOG, Brigadeiro do Ar Ricardo César Mangrich, o novo VANT, como é mais conhecido, chega ao Brasil no início de maio e estará pronto para uso durante a Copa do Mundo. A competição inicia em junho
 
O novo aparelho será operado pelo Esquadrão Hórus (1º/12º GAV), que emprega na FAB o RQ- 450 Hermes desde 2011. Sediada em Santa Maria (RS), a equipe já começou o curso teórico de operação do Hermes 900.  A aquisição de um VANT da mesma “família” facilita o processo de adaptação ao novo equipamento. Tanto que a equipe vai operar o novo aparelho para pousos e decolagens a partir da mesma estação (shelter) usada atualmente. A aquisição também faz parte do plano de vants da FAB
 
Novos recursos – Além dos recursos já conhecidos do RQ-450 Hermes, entre as principais vantagens operacionais do Hermes 900 está o SkEye. Trata-se de um conjunto de 10 câmeras de alta resolução que permitem a vigilância de uma região inteira. O software, que processa o conjunto de imagens, permite a visualização de maneira independente, o que permite monitorar dentro uma mesma área diferentes alvos simultaneamente. Cerca de 10 pessoas serão necessárias para operar a nova ferramenta. Este sensor que equipa o Hermes 900 comprado pelo Brasil até o momento estava disponível apenas para as Forças Armadas de Israel
  
O VANT classificado como categoria 4, opera com comunicação via satélite. O link vai permitir que o aparelho voe muito além dos 250 km de distância do Hermes 450. Além disso, o VANT opera a 30 mil pés (mais de 9 mil metros de altura) e tem autonomia superior a 30 horas de voo, aproximadamente duas vezes mais que o RQ-450. As vantagens serão importantes aliadas no conjunto de ferramentas usadas pela FAB para o monitoramento eletrônico das fronteiras